Tag Archives: Philippe Starck

Ma Cocotte

Paredes de tijolo e zinco, grandes terraços abertos, esse é o novo restaurante “popular” de … Philippe Starck que se apropriou da visibilidade do Marché Paul Bert & Serpette, em Saint-Ouen, um dos mais famosos mercados de pulgas do mundo para instalar sua cantina. O local, que passa por uma transformação de imagem, pretende rejuvenescer seu público através de novas propostas, apesar de continuar comercializando antiguidades.

Novos ares, pedem novas opções, e foi isso o que aconteceu no final de outubro com a abertura da cantina chique “Ma Cocotte”, o novo ponto de encontro do mundo da moda de Paris e internacional. A atmosfera de loft industrial soa moderna ao lado de produtos simples mas de qualidade. No menu, sugestões de Fish & Chips, Cheeseburgers, rotisserie de frango, tudo sob o símbolo do ver e ser visto. Não é uma cantina ralé mas um bistrô chique à la Starck.

Ma Cocotte – 116, rue des Rosiers 93400 Saint-Ouen – Telefone: 01 49 51 70 00

Posted in Parisiando | Tagged , , , , | Comentários desativados em Ma Cocotte

Percurso capital

Até 24 de setembro “7 Parcours Capitaux” vai fazer a alegria de amadores e colecionadores de artes, cultura, moda, música, gastronomia e design. Imaginado pelo crème de la crème dos artistas franceses, a seleção de objetos priorizou o que há de mais instigante nos 400 antiquários que compõem o mercado de pulgas Paul Bert et Serpette. Um dos grandes eventos será a inauguração (em outubro) do novo restaurante “Ma Cocotte” imaginado pelo designer Philippe Starck, que fica às portas desse mercado. Uma desculpa ideal para se esbaldar nas compras depois de saborear uma deliciosa refeição da cozinha tradicional francesa.

 

O “7+1 Parcours” foi imaginado por designers, estilistas, chefs de cuisine e artistas para colocar em evidência um dos maiores antiquários do mundo, o Paul Bert et Serpette, situado nos arredores de Paris, em Saint-Ouen. Jean-Jacques Aillagon, Vanessa Bruno, Stéphane Chapelle, Pierre Gagnaire, Bruno Racine, Roxanne Rodríguez, Yuksek e Philippe Starck destilaram suas dicas para compor a cenografia do evento, assinada por Roxane Rodriguez e Vanessa Bruno. Paul Bert et Serpette: 06-10, rue des Rosiers, Saint-Ouen.

Posted in Design | Tagged , , , , | Comentários desativados em Percurso capital

Cabana de pescador

Situado num dos diques do porto de Cap d’Ail, em Mônaco, o restaurante A’trégo, imaginado por Philippe Starck, tem o formato do casco de um barco.“Esse restaurante foi concebido como uma história: a de um pescador que abandonou por um tempo sua cabana para se dedicar à pesca e, em sua ausência, seus amigos se reuniram para bater papo em torno de uma bebida num cenário ideal”, foi com essa metáfora que Philippe Starck apresentou o projeto do A’trégo, que combina gastronomia, charme e design. O restaurante de luxo de três andares se estende por uma área de 1.000 m². Concebido no formato do casco de um barco, A’trégo parece flutuar no mar oferecendo, de todos os seus ângulos, uma vista deslumbrante sobre o Mediterrâneo.

O piso térreo tem uma atmosfera festiva, que faz as vezes de bar, restaurante, boate, um espaço exclusivo para os membros do clube A’trégo que podem frequentá-lo apenas para dançar ou tomar um drinque. Esse novo lugar, funcional e elegante, contém a essência criativa em todos os seus detalhes do escritório Starck Arquitetura. No alto das paredes, pendurados como troféus, cabeças de crocodilos exibem joias decorativas que se acumulam deliberadamente. No primeiro andar, encontra-se o majestoso restaurante pensado nos códigos do nautismo sobre um chão de acaju, enquanto painéis de mogno cinza acolhem obras de arte e grandes mesas decoradas com esmero conferem ao ambiente ares sofisticados.

O mobiliário eclético e colorido espalhado ao longo de todo o salão é animado pelo bar e pela cozinha aberta. Além dos itens de design, imaginados por Starck, há uma miscelânea de peças vintage garimpadas ao redor do mundo. O segundo andar espalha-se sobre um grande e aconchegante terraço de 200 m², projetado como o convés de um navio. Aqui, nesse terraço arredondado, as opções de petiscos e degustações são variadas e o visitante pode esbaldar-se sem culpa com lanches, doces e soft drinques na lanchoneteque fica aberta para o público em geral, que pode acessar o A’trégo a partir do cais. www.restaurantatrego.com

Posted in Viajar | Tagged , , , , | Comentários desativados em Cabana de pescador

My Blend

O “Spa My Blend by Clarins” instalado no suntuoso hotel-palácio Royal Monceau Raffles, em Paris,  é imaculadamente branco e foi decorado por Philippe Starck, que colou nas paredes centenas de espelhos bisotês em vários formatos distribuídos um espaço de 1500m². Além dessa decoração design total, do hammam, da sauna turca e da enorme piscina, o que atrai a clientela são os tratamentos personalizados e a gama de cosméticos ultra-estética da Clarins.

Vale a pena investir num Day Spa começando com o  tratamento “My Blend visage” para o rosto, onde a sensação de rejuvenescimento é imediata, depois se entregar a um coaching individual para uma série de pilates, yoga, massagens ou outros exercícios tônicos. Não é por acaso que o local já é considerado um santuário de beleza. Aberto ao público em geral, mas é preciso reservar com antecedência. www.raffles.com/paris

Posted in Parisiando | Tagged , , , , , | Comentários desativados em My Blend

Ars longa

“Todo mundo é diferente, por que um museu não pode sê-lo?”, costumava afirmar o diretor do museu, Frans Haks (1938-2006), durante a construção do novo Museu Groninger. Este foi o início de um grande projeto, ao qual iria juntar-se o designer francês Philippe Starck, Michele de Lucchi, arquiteto e designer italiano, e a empresa austríaca Coop Himmelbau.

A arquitetura do museu Groninger, de tão original e inusitada, foi fortemente contestada. De toda forma, essa obra que não faz unanimidade, agradando a uns e desagradando a outros. Mas ela tem um ponto em comum: não deixa ninguém indiferente. Graças à vontade férrea de um mestre ambicioso que contribuiu para que o Groninger se tornasse um dos lugares de referência das artes mundiais, que conjuga arquitetura e design apartir de todos os aspectos da sua estrutura.

O museu foi construído numa ilha artificial que abriga três edifícios. Esses espaços refletem as abordagens artísticas de cada um dos arquitetos e designers envolvidos, mas é a torre do pavilhão central que primeiro atrai o olhar dos visitantes. Com altura acima de 30 metros, sua cobertura em laminado dourado, confere ao prédio um símbolo de extravagância ao mesmo tempo que indica as riquezas artísticas que o museu abriga. Situada entre dois blocos idênticos, um rosa e outro verde pastel, a torre abriga, respectivamente, um auditório e uma sala dedicada às crianças, de um lado; uma loja de souvenirs e o café-restaurante com vista para o canal, de outro. No centro, uma escada em espiral, composta de mosaicos, fornece acesso às várias salas do museu.

http://www.groningermuseum.nl/

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , | Comentários desativados em Ars longa