Tag Archives: Paris

Vitrine cultural

Agora não é mais possível usar a desculpa de não poder fazer um tour artístico antes das compras, principalmente para quem ama olhar vitrine, porque as Galeries Lafayette tirou partido dessa bisbilhotice feminina e masculina para  dar vida ao evento “Paris e Criação” que foi batizado de “Vitrines sur l’art”.

Como nem só de consumismo vivem os grandes centros urbanos mas de arte contemporânea também, as Galeries Lafayette se colocou como mediador privilegiado entre a criação e o público em geral. E, como manda o protocolo das artes, convidou várias instituições culturais para esta edição parisiense. Centro Pompidou, Cité de l’architecture et du patrimoine, Gaité lyrique, Maison rouge, LE BAL, o Palais de Tokyo, entre outros estão representados e, para fazer jus a moda, primeira vez conta com a participação do Galliera – Museu da Moda de Paris.

Até setembro cada vitrine dessa loja gigantesca e uma das mais queridas da cidade, rende homenagem ao que Paris tem de melhor, sua moda e sua arte. Galerie Lafayette – boulevard Haussmann, Paris 9.

Posted in Parisiando | Tagged , | Comentários desativados em Vitrine cultural

Vênus chinesa

A estilista Yiqing Yin nos encantou durante o desfile de sua coleção haute-couture outono-inverno 2013 e mostrou aos críticos de moda que a China é muito mais que um país populoso. Yin parece ter nascido com a benção dos astros, apesar de sua infância e adolescência caótica, entre a China, a Austrália e a França. Depois de tantos deslocamentos ela decidiu instalar seu micro estúdio em Paris.

O estilo criativo de Yiqing Yin flerta com o erótico-poético carregado de um simbólico mistério que, sob o mote de revelar e ocultar, se fazem presentes em forma de detalhes, tecidos e alinhamentos inusitados. Esse jogo de mostrar e esconder pode ser observado entre as cascatas de tules, organzas, sedas, que fazem apelo a uma certa sensibilidade feminina paradoxal.

Formada pela École Nationale des Arts Décoratifs, em Paris, premiada no concurso de moda de Hyères em 2010 e uma das vencedoras do Grande Prêmio da Criação da Cidade de Paris de 2011, Yiqing Yin domina com maestria as apuradas técnicas de drapeado e plissados, que formam ondas abstratas e conferem aos seus vestidos ares etéreos.

Sua própria beleza – ela foi manequim – tem uma sensibilidade exacerbada: magra, alta, longos cabelos, rosto acentuado pelos olhos repuxados e pele clara, que imprimem uma aparência delicada, revelam, na verdade, uma personalidade forte e complexa. www.yiqingyin.com

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Vênus chinesa

Turbulência

A Louis Vuitton sempre cultivou uma frutífera relação com as artes, tendo como colaboradores os mais talentosos decoradores, pintores, fotógrafos e designers de todas as fronteiras artísticas. Pensando em expandir esse perfil artístico, para além dos seus produtos de luxo, foi inaugurado, em 2006, na loja global dos Champs Élysées, um espaço dedicado à expressão cultural, que abrange exposições de arte moderna e contemporânea, leituras, conferências e concertos. A vasta e luminosa galeria que fica no topo da loja, oferece uma agenda de mostras de longa data – entre 3 e 6 meses – e tem uma das vistas mais deslumbrantes da Cidade Luz.

Atualmente a galeria acolhe a instalação “Turbulência” que fica em cartaz até 16 de setembro. Ao contrário de outros estados da matéria conhecidos como estáveis e equilibrados, os processos turbulentos são extremamente instáveis mas principalmente imprevisíveis e irreversíveis. Leonardo da Vinci foi o primeiro artista a se interessar por este processo e usar a palavra italiana “torbolenza” em suas diversas criações.

Os visitantes podem acessar a galeria tanto pelo interior da loja, através de um elevador projetado pelo dinamarquês Olafur Eliasson, quanto por uma entrada independente pelo número 60, rue de Bassano, Paris 16. Espaço Cultural Louis Vuitton: www.louisvuitton-espaceculturel.com

Posted in Parisiando | Tagged , , , | Comentários desativados em Turbulência

Feminista no muro

Flanando por Paris preste atenção nas pixações de alguns muros e fachadas de restaurantes com uma morena estonteante e feminista bradando frases de efeito do gênero “O que não me foi dado, eu tomei” ; “O que cansa os nossos olhos nos deixa cego” e “Eu amo os homens com admiração” foi assim que “Parisienne”, tornou-se uma célebre frequentadora de muros com seus grafites assinados Miss.Tic.

A artista, depois de anos sendo pega em flagrante delito por pixação desautorizada, viu o prenúncio do sucesso quando agnès b., famosa galerista-fashionista francesa, observou seu trabalho e abriu as portas de sua badalada galeria para uma exposição iniciática, foi o primeiro passo para Miss.Tic se tornar mais do que famosa. Atualmente, para não correr o risco de pagar multas exorbitantes, a artista pede autorização para os proprietários dos estabelecimentos antes de pixar suas paredes. Essa atitude fez com que ela fosse convidada para pixar com todo o seu talento os muros “autorizados” de alguns bairros da cidade em seu percurso artístico-discursivo colorindo as ruas parisienses.

 

Posted in Parisiando | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Feminista no muro

Viva os Stones

Para festejar os 50 anos de criação do grupo Rolling Stones, criado em 1962, La galerie de L’Instant, em Paris, selecionou uma série de imagens clicadas pelos maiores fotógrafos como Jerry Schatzberg, Mark Seliger, John Stoddart, Philip Townsend, Albert Watson e Peter Lindbergh, para compor a exposição Stoned and Respectable. Imagens intensas e engraçadas capturadas até os dias atuais, bem ao estilo do humor inglês, como uma das fotos de Keith Richards, clicada pelo famoso Ethan Russell durante a turnê América, em 1972, nos Estados Unidos, no aeroporto, ao lado do anúncio Patience please, a drug free America comes first. Essa foto de Keith, provavelmente tirada com ele sob efeito de substâncias ilícitas, é um dos seus retratos favoritos. Imagens como esta compõem essa coletânea que mostra as cinco décadas excepcionais desse que é considerado um dos maiores grupos de rock da história musical. Até setembro.

Posted in Parisiando | Tagged , , , , | Comentários desativados em Viva os Stones

Beijoqueiros

Desde que Doisneau imortalizou essa foto como referência do french kiss, Paris se tornou a cidade dos beijoqueiros. Para homenagear todo esse romantismo em forma de beijos, carinhos e afins, a editora Parigramme lançou o livro “Où s’embrasser à Paris” ou, literalmente, “Onde se beijar em Paris”, destinado especialmente aos apaixonados. 

Esse pequeno guia tem indicações dos pontos de encontro mais interessantes para namorar em Paris. Na lista dos lugares mais cotados, constam museus, cafés, bancos de praças e ruelas históricas perdidas entre o burburinho parisiense, além de uma seleção especial de hotéis, restaurantes e passeios dedicados exclusivamente aos pombinhos. Quem ama, comprará.

Posted in Parisiando | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Beijoqueiros

Brunch orgânico

Christopher Hay, também Chef do Hotel Edouard 7 e Hotel de Sers, é quem seleciona todos os produtos servidos no brunch orgânico do Hotel Bel Ami, que fica no coração de Saint-Germain-des-Prés, entre os Cafés de Flore e Les Deux Magots. O local é agradável com uma decoração colorida e muitos livros espalhados em estantes brancas e cítricas. Nas telas, vídeos em sequência mostram a imagem do céu de Paris.

O buffet é um banquete de sabores, composto essencialmente de produtos orgânicos frescos selecionados pelo Chef Hay através de produtores locais. Para matar a fome, panquecas, bolos, torradas, sucos, bebidas quentes e uma grande variedade de cereais, frutas secas. Os ovos podem ser servidos com bacon e molho holandês, ou ainda cozidos ou mexidos, acompanhados com caviar de salmão. Há ainda o buffet com frios com salmão defumado, salada, quinoa, terrine, queijos, ostras e o buffet de pratos quentes onde há peixes, legumes, purê de batatas, queijo parmesão, polenta e, o mais importante, fica para o final: o irresistível buffet de sobremesas! O brunch é servido aos sábados e domingos, das 11h30 às 16h, e custa 42 euros por pessoa.

 Hotel Bel Ami: 7-11, rue St Benoît, Paris 06.

Posted in Parisiando | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Brunch orgânico

My Blend

O “Spa My Blend by Clarins” instalado no suntuoso hotel-palácio Royal Monceau Raffles, em Paris,  é imaculadamente branco e foi decorado por Philippe Starck, que colou nas paredes centenas de espelhos bisotês em vários formatos distribuídos um espaço de 1500m². Além dessa decoração design total, do hammam, da sauna turca e da enorme piscina, o que atrai a clientela são os tratamentos personalizados e a gama de cosméticos ultra-estética da Clarins.

Vale a pena investir num Day Spa começando com o  tratamento “My Blend visage” para o rosto, onde a sensação de rejuvenescimento é imediata, depois se entregar a um coaching individual para uma série de pilates, yoga, massagens ou outros exercícios tônicos. Não é por acaso que o local já é considerado um santuário de beleza. Aberto ao público em geral, mas é preciso reservar com antecedência. www.raffles.com/paris

Posted in Parisiando | Tagged , , , , , | Comentários desativados em My Blend

Índigo blue

Os gurus da moda atestaram que o autêntico jeans retoma sua forma original, mas com algumas variações de lavagem e uma nova palheta de cores, cítricas e fluorescentes, além do strech, também em versão masculina. Essa é a profecia anunciada no Denin by Première Vision, que aconteceu nos dias 13 e 14, em Paris. A futura estação de inverno 2013-2014 marca efetivamente o retorno do jeans às suas origens com um grande diferencial que versa sobre o conforto à toda prova. Os tecidos aparecem mais suaves, graças a lavagens especiais, que promovem uma textura mais maleável ao índigo, dando para esse tecido rústico uma aparência até mesmo mais chique. O bom e velho jeans  deixou de ser apenas mais uma peça no armário para se tornar mais uma vedete da moda.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Índigo blue

Metáfora do design

Laffayette Maison, que é um dos meus sonhos de consumo, resolveu surpreender mais uma vez e convidou para o Designer’s Days jovens designers holandeses para mostrar sua identidade. A exposição Dutch Paradox está sendo apresentada até 23 de junho nas vitrines da loja. Como sempre, com seu design imbuído de muitas influências culturais, geográficas, que sugere uma visão paradoxal da decoração. Algo que se aproxima muito mais da arte contemporânea para criar uma sintonia entre estilo e identidade. É tudo muito cabeça, sempre. Mas a relação que os designers estabeleceram no próprio espaço de exposição mostra ao espectador toda a força  icônica de suas peças. Só vendo para entender.

Posted in Design | Tagged , , | Leave a comment