Tag Archives: Oscar Niemeyer

Arquitetura ilustrada

O arquiteto André Chiote tem um talento impressionante para ilustrar habilmente prédios renomados. Com um traço firme e um olhar atento aos mínimos detalhes, Chiote persegue com seu traçado as linhas diagonais, côncavas e convexas, ilustrando todos os ângulos imaginados por grandes arquitetos como Jean Nouvel, Oscar Niemeyer, Zaha Hadid, entre outros, para exprimir com sua arte o desenho de prédios icônicos ao redor do mundo.

 

www.cargocollective.com

Posted in Design | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Arquitetura ilustrada

Obras efêmeras

A Taschen lançou um livro em homenagem à celebração dos 40 anos da Serpentine Gallery, Inglaterra, que anualmente, há mais dez anos, convida um arquiteto internacional para redecorar seu pavilhão de verão, uma obra  efêmera que dura apenas seis meses. Através de belas imagens, o livro relata os projetos arquiteturais erguidos nesse período, evocando nomes como Oscar Niemeyer, Zaha Hadid, Daniel Libeskind, Álvaro Siza, Souto de Moura, Rem Koolhaas, agência Sanaa e Jean Nouvel, que exerceram todo o seu talento no local.

Na capa dessa edição comemorativa encontra-se a obra de Nouvel (2010), uma extensão em aço que acolhe um café-restaurante, totalmente vermelha, em  contraste com o verde do parque que cerca a galeria. Dominando um espaço de 12 metros, o arquiteto escolheu a cor vermelha como uma referência direta às imagens icônicas do universo londrino: cabines telefônicas, caixas de correio “Royal Mail” e ônibus turísticos. À venda nas melhores livrarias ou pelo site: www.taschen.com

Posted in Caprichos, Frescurites | Tagged , , , , , , | Leave a comment

Brasília

Por seu nascimento quase mítico, Brasília se revela nas fotografias de Marcel Gautherot como uma cidade prometida de arquitetura arrojada mas perdida em meio a solidão de uma área inóspita no coração do país. O livro “Brasília”, lançado pelo Instituto Moreira Salles, conta a história dessa empreitada arquitetural através de 153 imagens do fotógrafo francês Marcel Gautherot, feitas entre os anos de 1958 e meados da década de 1960, época da construção da futura Capital do país.

Considerado “o mais artista dos fotógrafos”, Gautherot – que não concluiu o curso de  arquitetura – cultivava uma paixão enorme pelo Brasil a ponto de abandonar sua vida parisiense para se instalar no Rio de Janeiro até a sua morte. Com seu olhar apaixonado e, ao mesmo tempo, quase clínico, ele capturou em preto e branco imagens de uma Brasília promissora e ameaçadora, enorme e frágil com suas linhas arquiteturais precisas que formam contornos nítidos, quase absolutos, nos horizontes da capital Federal.

Influenciado pelas referências das obras de Le Corbusier e Van der Rohe, e da elite dos arquitetos modernistas brasileiros – Oscar Niemeyer, Afonso Reidy e Lucio Costa – o fotógrafo transpôs sua técnica aguçada ao capturar com arte a construção de uma cidade símbolo da arquitetura moderna.

Posted in Caprichos, Frescurites | Tagged , , , , | Comentários desativados em Brasília