Tag Archives: museum

Generosidade artística

Yvon Lambert, um dos maiores galeristas da França, confirmou a doação de sua coleção compilada ao longo de 50 anos para o Estado. A Christie’s avaliou esse patrimônio artístico, que abrange cerca de 600 obras, em quase 100 milhões de euros. Lambert tinha decidido doar para o Estado sua coleção quando no ano passado o Presidente da República visitou o museu, instalado num hotel particular, o Caumont, no sul da França. Desde então, a cidade de Avignon e o Ministério da Cultura assinaram compromissos financeiros para a expansão do museu e se comprometeram em duplicar os espaços de  exposição. A doação pública será assinada ainda neste verão europeu e a agenda de eventos promete mostrar grande parte desse acervo singular.

A Coleção Lambert possui um número expressivo de artistas contemporâneos, incluindo Sol LeWitt, Twombly Cy, Miquel Barceló, Gordon Douglas, Horn Roni, Weiner Lawrence, Vik Muniz, e continua expandindo suas parcerias com instituições culturais para desenvolver uma política cultural especialmente visando os artistas jovens. No início deste ano o brasileiro Vik Muniz expôs no museu e criou uma obra in situ para a Coleção Lambert. Trata-se do “Semeador” de Van Gogh, que Muniz compôs com flores secas e aromáticas.

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Generosidade artística

Herdeira de McQueen

Com apenas 28 anos, a holandesa Iris Van Herpen é o novo suspiro da moda e tem sido adulada por todos os públicos, dos estilistas contemporâneos aos críticos de arte e editores de revistas. Delirante, inovadora e criativa, as roupas desenhadas por Iris Van Herpen são simplesmente incríveis, em todos os sentidos. Mesmo que o trabalho cenográfico seja intenso, a mensagem a ser captada é a de que a moda pode ser descomplicada ou puramente espetacular. Tanto que seu trabalho foi escolhido especialmente para fazer parte de uma exposição individual no Museu Groninger, na Holanda. “Capriole” e “Micro” apresentadas na última semana de moda de janeiro deste ano estão presentes para encantar as fashionistas de plantão.  Até setembro.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Herdeira de McQueen

Puro décor

O Museu das Artes Decorativas de Bordeaux deu uma garimpada em suas coleções contemporâneas e abriu um espaço totalmente voltado para o design – objetos e mobiliário – onde uma das galerias foi dedicada especialmente às cadeiras, colocando em evidência a evolução desse móvel e sua importância decorativa. Alguns dos modelos que podem ser apreciados nesse espaço são as peças La Mamma, de Gaetano Pesce ou Tongue de Pierre Paulin, entre outras.

O design francês dos anos 80 está bem representado com as criações de Philippe Starck, Martin Szekely, Garouste e Bonetti, Andrée Putman, Olivier Gagnère, através de modelos históricos que marcaram época e testemunham a diversidade da criação do mobiliário do século 20. Grandes representantes e distribuidores do design, como a empresa belga Quattro Benelux, a italiana Magis e Jasper Morrison, cederam várias das muitas peças que compõem essa exposição permanente.

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Puro décor

Arquiteturas pintadas

O Museu Thyssen-Bornemisza, em Madri, expõe até este mês grandes quadros de arquitetura, pintados nos séculos XIV e XVIII,  que desvendam a evolução arquitetônica dos tempos. Duccio di Buoninsegna, Canaletto, Giovanni Paolo Panini, Tintoretto, Gaspar van Wittel, Hubert Robert, Maerten van Heemskerck, Hans Vredeman de Vries são alguns dos grandes pintores que retrataram com sua arte a arquitetura secular da Europa.

Através de 140 telas com esse mote,Arquiteturas pintadas, do século XVIII ao Renascimento”, busca destacar as nuances que aparecem nessas obras para melhor compreender a evolução arquitetônica ao longo dos tempos. O fio condutor dessa mostra envolve arquitetura e decoração como elementos artísticos a partir dos quais os mestres da pintura se concentravam com o intuito de lançar um olhar artístico sobre a realidade daquela época.

A exposição é organizada como numa turnê, obedecendo uma ordem cronológica e temática, cobrindo ao mesmo tempo os séculos XIV e XVIII. Durante esta época, a pintura da arquitetura das cidades era considerada um gênero inferior e foi muitas vezes usada como pano de fundo de cenas religiosas, históricas, mitológicas, mas ganhou destaque cada vez maior, chegando a se consolidar como um gênero independente de arte no século XVIII.

Para ilustrar esta fase, a cenografia da exposição concentrou-se sobre algumas telas, que retratam com grandiloqüência paisagens em ruínas e os caprichos arquitetônicos da realeza. Ainda naquele século, um número significativo dos pintores mais importantes, dedicou-se a trabalhar como cenógrafos, inclusive, com arquitetos importantes como Filippo Juvarra, que influenciou toda a Europa.

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , | Comentários desativados em Arquiteturas pintadas