Tag Archives: London

London calling

Sem dúvida, Londres é uma das capitais européias feitas sob medida para comprar, visitar grandes parques, conhecer um pouco da história e dos bastidores da realeza, se encantar com sua moda excêntrica ou ainda relaxar tranquilamente num dos seus imensos e arborizados parques. Aliás, circular por esses oásis de verdura em dias ensolarados é uma benção.

No Victoria Park, Hyde Park, Richmond Park é possível comer, ler e até tirar uma soneca tranquilamente. Durante uma pausa e outra aproveite para conhecer melhor East London, uma das regiões que tem crescido bastante e onde praticamente todos os designers vivem. Não deixe de circular pela Fashion Street, o nome já diz tudo, e descobrir as últimas tendências. Como a loja Hunky Dory, situada no ângulo de Bethnal Green Road e Brick Lane, que é um achado para quem aprecia a moda vintage dos anos 1940 e 1950.

Para compor o visual com bijuterias antigas, vale dar um pulo em Camden Passage Islington, não confundir com o mercado de Camden, especializado em tatuagens questionáveis e roupas cyber-góticas. Em Notting Hill há uma abundância de grandes lojas vintage e de antiguidades que ainda guardam a imagem da Londres que vemos nas telas de cinema. As cenas de Julia Roberts e Hugh Grant, no filme que leva o nome do bairro, confirmam isso. Apesar da região não ser muito turística, evite visitá-la aos finais de semana para fugir do congestionamento de pessoas.

Posted in Diversos | Tagged , , , , | Comentários desativados em London calling

Jess Eaton

Nenhum animal foi prejudicado ou torturado para que esse vestido adornado com penas fosse desenvolvido. A coleção “Roadkill”, da designer britânica Jess Eaton aproveita os restos de animais mortos por várias causas – principalmente na estrada – e não especificamente sacrificados no altar da moda para compor suas inutitadas coleções. Suas últimas criações serão exibidas na London White Gallery, durante a feira de casamento que acontece em Londres de 19 à 21 de maio.

 www.eatonnott.co.uk

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Jess Eaton

My name is Bond

Quem nunca fantasiou sobre o visual do agente 007 com seus ternos Savile Row, carros potentes e gadgets fantásticos? O sonho torna-se realidade na Galeria Barbican, em Londres, que celebra o 50º aniversário do personagem lendário através de uma exposição de roupas, acessórios e enfeites utilizados no primeiro filme, de James Bond, “Dr. No” até a última versão de Bond, “Skyfall”. A partir de 6 de julho até 5 de setembro de 2012.

Posted in Diversos | Tagged , , , | Comentários desativados em My name is Bond

Golf indoor

Virou febre em Londres praticar golfe indoor em salas amplamente confortáveis e elegantes, montadas com sistema eletrônico e telões que imitam campos de golfe. A proposta do clube londrino Urban Golf, projetado por  Squire and Partners, é para quem deseja praticar esse esporte na hora do almoço ou durante o happy-hour, sozinho ou acompanhado por amigos num ambiente sofisticado. Aqui, tudo foi planejado em torno do prazer de jogar: equipamentos, vários os terminais de vídeo de golfe, instalados em mini-quadras estão por toda parte e até mesmo um bar para os vencedores brindarem um match-play. O conceito pretende se espalhar pelo mundo, tornando a experiência de jogar golfe algo inesquecível. 

Posted in Frescurites, Viajar | Tagged , , | Comentários desativados em Golf indoor

Prêt-à-Portea

The Berkeley, um dos mais luxuosos hotéis de Londres, situado em Knightsbridge, criou um menu de chá da tarde especialmente para o Jubileu da rainha elisabeth II, batizado de Prêt-à-Portea – The Royal Collection. Uma coleção de coroas, chapéus e outros modelos de penteados típicos da família real foram reproduzidos em biscoitos de baunilha, cakes e macarrons numa overdose da cor rosa e com muitos diamantes de açúcar. Totalmente probido para diabéticos !

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Prêt-à-Portea

Louboutin mania

As mulheres adoram e os homens sucumbem diante dos fenomenais stilletos desenhados por Christian Louboutin, um dos inventores do salto alto. O que Dita Von Teese, o rapper Swiss Beatz, as dançarinas do Crazy Horse, famoso cabaré musical parisiense, e os cineastas Brian de Palma e David Lynch tem em comum? Todas essas personalidades públicas idolatram as criações de Christian Louboutin.

Na verdade, esse típico parisiense de 48 anos é uma unanimidade no mundo inteiro entre as mulheres que apreciam e não podem viver sem um salto alto. Mas sua genialidade também encanta os homens que se deixam seduzir pelos saltos vertiginosos que esculpem as pernas femininas. Parte desse universo “Louboutiniano” está sendo mostrado na retrospectiva “Christian Louboutin” no Design Museum, em Londres, até julho.

Uma passarela na cor vermelha, medindo 17 metros, foi montada para acolher seus modelos, que são apresentados em suportes de acrílico. Ao longo desse red carpet, peças repletas de brilhos, lantejoulas e penas francesas refletem o fascínio do designer pelo show businessconfirmando toda a inventividade de seus delírios criativos. Um holograma em “stiletto” aparece na forma de uma silhueta feminina, que remete imeditamente à imagem sensual de Dita Von Teese, uma de suas musas favoritas. Para entender o fascínio que Christian Louboutin tem pelas mulheres, ele se explica assim: “fui educado em um mundo muito feminino e aprendi a criar sapatos com base no respeito e na admiração que sempre tive por elas.” Ou seja, puro glamour!

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , , | Comentários desativados em Louboutin mania

Studio Drift

Os holandeses Ralph Nauta e Lonneke Gordijn questionam em suas luminárias as relações entre tecnologia, natureza humana e valores emocionais. Lâmpadas que se iluminam apenas com a presença humana e parecem flutuar no espaço com gravidade quase zero. Essa é a proposta dos fundadores do Studio Drift, que aspiram, entre outros, a desenvolver um design atemporal, misturando conhecimento tecnológico, intuição e ficção científica como missão permamente a procura do equilíbrio entre a natureza e a Era da Comunicação.

A luminária Fragile Future III combina todas essas características num sistema elétrico complexo que se transforma numa escultura de luz. Nauta e Gordijn reagem à Era da revolução digital, desenvolvendo projetos que promovem a sensação de que a luz parece gravitar através de estruturas tridimensionais leves e dinâmicas. Esse projeto, que abriga as lâmpadas em casulos, propiciando uma iluminação suave e difusa, foi desenvolvido em colaboração com a Carpenters Workshop Gallery de Londres.

A dupla aprecia o conceito de instalações interativas de tal forma que, uma das suas criações, a luminária Flylight, composta por mais de 180 tubos de vidro, foi inspirada no comportamento de um bando de pássaros em rota de migraçãopara traduzi-lo em padrões de luminosidade ambiente por meio da tecnologia e interatividade.

O plano de vôo dentro do bando parece aleatório, mas como os designers pesquisaram, não é isso o que ocorre e cada membro tem uma função específica nessa viagem migratória. Baseado nesse conceito de interatividade a peça foi especialmente projetada para responder ao movimento de pessoas nos ambientes através da alteração gradual da luminosidade.

Enquanto a Oil Light é formada por pequenos tubos brancos que, reagrupados, iluminam discretamente os ambientes e harmonizam a decoração com seu singelo formato de guirlandas.

Posted in Design | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Studio Drift

Fog londrino

Para as consumidoras e fashionistas de plantão a boutique da LVMH na New Bond Street, é o lugar perfeito para uma visitinha cheia de segundas intenções. A fantástica vitrine com uma girafa com o pescoço envolto numa écharpe funciona como um chamariz irresistível, convidando os visitantes do fog londrino para conhecer as novas tendências em bolsas e acessórios da Maison francesa.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Fog londrino

Adeus jetlag

Novo point do design e das artes londrinas, o Andaz Liverpool Street Hotel marcou presença durante o London Capital do Design, abrigando a instalação “Once Upon a Dream” uma cama desenhada pelo designer francês Mathieu Lehanneur, encomendada especialmente para os clientes do champagne Veuve Clicquot. Trata-se de um leito retrô-futurista, que é uma verdadeira experiência de dormir com luxo, criado para globetrotters e viajantes inveterados obterem o melhor descanso físico num menor espaço de tempo possível. Pensado para otimizar e curar qualquer jetlag, a recuperação física de quem se deita nessa cama se dá através de iluminação especial, equilibrando o ruído à temperatura ideal com cortinas que ajudam a criar o efeito de um cocoon.

Posted in Frescurites, Viajar | Tagged , , , , | Comentários desativados em Adeus jetlag

Rigor formal

A artista brasileira Lygia Pape, que imprimiu sua marca na arte Neoconcreta brasileira, está sendo homenageada na Serpentine Gallery pela sua ousadia e rigor formal. “Espaço magnetizado” é a primeira grande exposição do trabalho de Lygia Pape, que está sendo apresentada pela primeira vez no Reino Unido. Em cartaz até fevereiro de 2012, na Serpentine Gallery, em Londres, a mostra reúne várias obras, algumas conhecidas e outras inéditas, cobrindo escultura, performances, pinturas, filmes, poemas, gravuras e colagens da artista.

A exposição “Espaço magnetizado” apresenta obras de toda a carreira de Pape, incluindo os primeiros desenhos e poemas de seu período Neoconcreto, como livros, a série batizada de “Caixas”, balés e performances, a obra “Divisor” e “O ovo”. Muitos destes trabalhos foram criados em resposta à repressão política crescente no final dos anos 1960 no país e reflete a visão crítica da artista sobre a elite brasileira. Pape centrou-se na representação da emoção e da sensação, que foram descritas pelo artista Hélio Oiticica, contemporâneo de Pape, como “sementes permanentemente abertas.”

Com seu incrível estilo de produzir arte, Lygia Pape (1927–2004) deixou cair as barreiras entre o espectador e a obra, manipulando linguagens visuais e espaciais para fazer do trabalho artístico uma construção permanente. Pape é conhecida pela realização de gravuras e composições complexas, algo que ela repetiu mais tarde em suas instalações. Sua busca constante por uma linguagem dedicada a incorporar o espectador à obra a levou a trabalhar com crianças das favelas do Rio de Janeiro, onde criou uma invenção singular com grandes telas brancas, repletas de buracos perfurados em que crianças passavam suas cabeças e, sem saber, faziam parte de uma obra de arte no simples ato de brincar. Serpentine Gallery, Kensington Gardens, London, W2 3XA

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , | Comentários desativados em Rigor formal