Tag Archives: Issey Miyake

Dobradinhas

Matemática, seda, plissados e um estilista japonês para compor com dobras perfeitas vestido, bolsa, calça e sem o uso de nenhuma costura. Essa é a criação científica da coleção Issey Miyake 132.5, fruto de suas pesquisas, que completou 20 anos.

A ideia parece simples, mas tudo precisa ser calculado. Como sou péssima com números, preferi ficar observando como se dobra as peças do estilista Issey Miyake. Pegue um quadrado de tecido. Dobre-o com cuidado, agarre-o e puxe-o na vertical. Dessa mágica aparece uma peça em forma de 3D com cantos, bordas e triângulos. Eureca! Não demorou muto e Issey Miyake com sua equipe tiveram a ideia de desenhar uma coleção com base em 10 padrões básicos graças a RealityLab. Para quem entende de algaritmos, ciência e moda, formas idênticas dobradas, transformam-se em blusas, saias, calças, vestidos e acessórios feitos de uma única peça de tecido.

Mas não é qualquer tecido de poliéster que compõe essa coleção única. As peças de tecidos são confeccionadas com materiais reciclados, incluindo garrafas de plástico PET, o que reduz o consumo de energia e emissões de CO2. Igualmente complexo é o seu nome de batismo: 132.5  é uma referência a um único pedaço de tecido, onde o 3 lembra o conjunto do volume tridimensional; o 2 a parte de transição de uma dobra 3D para 2D, que integram as linhas de corte e o 5 diz respeito à temporalidade da peça.

Entre matemática e costura, essas roupas em origami estético trazem a delicadeza refinada do estilista japonês, além de cair perfeitamente no corpo e ser muito confortável. Mas o que mais me encantou ao conhecer essa coleção foi pensar no quanto as mulheres poderiam economizar com espaço na mala! Já imaginou montar uma mala apenas com essas peças que, além de leves,versáteis e práticas, não precisam ser engomadas? Vou querer uma peça de cada! Disponível na loja Issey Miyake: 11, Rue Royale, Paris 08. Site: www.isseymiyake.com

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Dobradinhas

Charme dos anos 80

Do purista Issey Miyake ao visionário Thierry Mugler, passando pela mulher ultra-sofisticada, vista por Sonia Rykiel e Lagerfeld (ainda para Chloé), ou as criações assimétricas e desconstruídas de Rei Kawakubo para Comme des Garçons. Esse é o tom das coletâneas de livros que abordam o tema “História ideal da moda contemporânea, volume I”, à venda no Museu da Moda e das Artes Decorativas de Paris. Nas páginas dessa publicação fica evidente a efervescência da moda dos anos 70 e 80 e o quanto o prêt-à-porter antecipava as tendências de estilo para as décadas seguintes. 

Frutíferos, ousados e criativos, os anos 70 e 80 foram o laboratório de ideias, utilizado pela maior parte dos estilistas reputados da atualidade. Durantes essas duas décadas que corroboraram a teoria da história da moda, as roupas foram uma referência cultural à parte. Esse primeiro volume encerra sua lição de estilo colocando no pódio Jean Paul Gualtier nos anos 1990. www.lesartsdecoratifs.fr

Posted in Caprichos, Frescurites | Tagged , , , , | Comentários desativados em Charme dos anos 80