Tag Archives: France

Picasso ceramista

“Picasso ceramista e o Mediterrâneo” é o nome da exposição que a Cidade da Cerâmica de Sèvres apresenta até maio de 2014. Do encontro de Picasso com o casal Suzanne e Georges Rame, em Vallauris, sul daFrança, Picasso produzirá entre 1946-1971, logo após a guerra, cerca de 4.000 obras.  Nas oficinas Madura, uma equipe de artesãos dá vida à formas antropomorfas produzindo cerca de 600 criações originais feitas de acordo com dois princípios: reproduções idênticas feitas pelos artesãos da oficina, sendo que algumas cópias feitas à mão. E, outras peças, em maiores quantidades.

A oficina Madura fechou suas portas em 2008, mas Alain Rami, filho de Suzanne, confiou à Cidade da Cerâmica de Sèvres todas as matrizes de cerâmica, moldes e técnicas utilizadas no projeto deste corpus. Para esta exposição, mais de 150 trabalhos são apresentados, incluindo, alguns inéditos, que vieram de coleções públicas e privadas. Esta retrospectiva de Picasso e relembra a forte ligação entre o artista e o Mediterrâneo com suas formas e cores, que oferecem uma visão única da criação do artista.

www.sevresciteceramique.fr

Posted in Visitar | Tagged , , , , | Comentários desativados em Picasso ceramista

Real Humans

Se você acha que já viu tudo em termos de ficção científica, prepare-se para assistir à “Real Humans” do diretor sueco Lars Lundström. Em um mundo não muito distante do nosso, os Hubots (Robôs Humanos) substituem os humanos em tarefas domésticas e, algumas destas máquinas, também tem o mesmo sonho de emancipação dos seres humanos…

Essa nova série vinda da Suécia está sendo apresentada semanalmente na França pelo canal Arte. A história não se passa no futuro, como a ficção científica pode sugerir, tudo acontece no mundo de hoje, a única diferença é que os seres humanos convivem com essas criaturas no dia-a-dia. Os Hubots tem grandes olhos brilhantes, movimentos, por vezes, rígidos, e foram introduzidos na vida doméstica dos humanos para ajudá-los a se livrar de algumas tarefas.

Há vários modelos disponíveis com características diferentes. Por exemplo, um Hubot pode trabalhar na fábrica, anotar recados, ler para os seus filhos, fazer trabalhos domésticos. Basta recarregá-lo ao longo do tempo e mantê-lo sob um pouco de controle técnico. Naturalmente, esta mercantilização de robôs vai criar um mercado negro com base na reciclagem para a criação de Hubots especializadas em sexo. E se os seres humanos que vivem neste mundo tem certeza de que esses robôs são apenas máquinas, alguns vão desenvolver sentimentos e até mesmo um desejo de independência. É nesse ponto que tudo começa a ficar interessante.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Real Humans

O dia mais curto

Se nesta sexta-feira está previsto que o mundo vai se acabar, então, antes de desaparecer, aproveite para ir ao cinema e participar da festa do Le jour le plus Court. Nessa 2ª edição mais de 40 países celebram o curta-metragem com a ajuda do Instituto Francês, que promove eventos entre animações, debates, mesas redondas, projeções de filme dando apoio à produção local de curtas-metragens em Buenos Aires, Baku, Pequim, Dubai, Madri, Atenas, Tel Aviv, Kyoto, Londres, Boston, Berna, Taipei. Ou ainda operações especiais na Bélgica, Camarões, Azerbaijão, Haiti, Itália, Ucrânia e, pela primeira vez, nos Estados Unidos, no estado de Rhode Island são algumas das cidades mobilizadas para este evento.

Organizado pela iniciativa do Centro Nacional de Cinema e Imagem em Movimento, com o apoio da Agência de curta-metragem, Le jour le plus Court dispõe de cerca de 10 000 propostas de curta-metragens para aqueles que desejam aproveitar livremente desse formato original para organizar um sessão ou simplesmente assistir a exibição dessas películas. A agenda é vasta e, se o mundo realmente acabar nesse 21 de dezembro de 2012, tudo bem, afinal, você vai ter 24h para assistir a maior parte dos curta-metragens que quiser e, de alguma maneira, já estará em outra dimensão: a da sétima arte!

Para maiores informações sobre os cinemas e todos os eventos relacionados, clique aqui: www.lejourlepluscourt.com/programme/programme-films

Posted in Parisiando | Tagged , , | Comentários desativados em O dia mais curto

Craftslab

Com uma gama de produtos simples e funcionais, da arte da mesa aos artigos de moda, Craftslab promove o design e o artesanato de vários países, principalmente entre a França e o Japão.  Esse laboratório de tendências de produtos artesanais, com sede em Paris, organizou uma seleção de produtos idealmente apresentados durante um showroom efêmero que acontece no número 25, rue Charlot. É  preciso marcar horário para visitar o local, que estará aberto no sábado, 08 de setembro, e quarta-feira, 12/09. As visitas podem ser agendadas através do e-mail: aya@craftlab.net.

Posted in Design | Tagged , , , | Comentários desativados em Craftslab

Generosidade artística

Yvon Lambert, um dos maiores galeristas da França, confirmou a doação de sua coleção compilada ao longo de 50 anos para o Estado. A Christie’s avaliou esse patrimônio artístico, que abrange cerca de 600 obras, em quase 100 milhões de euros. Lambert tinha decidido doar para o Estado sua coleção quando no ano passado o Presidente da República visitou o museu, instalado num hotel particular, o Caumont, no sul da França. Desde então, a cidade de Avignon e o Ministério da Cultura assinaram compromissos financeiros para a expansão do museu e se comprometeram em duplicar os espaços de  exposição. A doação pública será assinada ainda neste verão europeu e a agenda de eventos promete mostrar grande parte desse acervo singular.

A Coleção Lambert possui um número expressivo de artistas contemporâneos, incluindo Sol LeWitt, Twombly Cy, Miquel Barceló, Gordon Douglas, Horn Roni, Weiner Lawrence, Vik Muniz, e continua expandindo suas parcerias com instituições culturais para desenvolver uma política cultural especialmente visando os artistas jovens. No início deste ano o brasileiro Vik Muniz expôs no museu e criou uma obra in situ para a Coleção Lambert. Trata-se do “Semeador” de Van Gogh, que Muniz compôs com flores secas e aromáticas.

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Generosidade artística

Joana francesa

A artista portuguesa Joana Vasconcelos não se fez de rogada e invadiu o Castelo de Versalhes com cores, música e muita feminilidade. Tal qual uma rainha consciente de seu poder, Joana assumiu os aposentos reais como se fossem a sua própria casa e instalou suas obras gigantescas evocando as mulheres que habitaram Versalhes, dentre as quais, Maria Antonieta. “Minha intenção com essa exposição é render homenagem às mulheres que viveram aqui e que participaram de momentos decisivos na história da França. Colocar em evidência a importância do feminino nesse lugar de representação da realeza, foi uma das minhas inspirações desde o princípio,” confessa a artista de 41 anos.

Numa das  salas, a que abriga dois corações, um preto  e outro vermelho, o visitante aprecia essa obra ao som de uma música romântica. “Nada mais adequado que o fado para traduzir o verdadeiro sentido de uma paixão”, afirma a artista. Em outra sala, um helicóptero inteiramente decorado com plumas cor de rosa chama a atenção. “Esse seria o transporte dos habitantes do castelo nos dias atuais, algo como a versão moderna da carruagem”, comenta. Sobre a decoração extravagante, Joana explica que é porque essa máquina parece com um pássaro, por isso, escolheu metamorfoseá-la com plumas.

Na Galeria das Batalhas,  a artista que veio especialmente de Lisboa para a abertura oficial de sua exposição, observa admirada as três Valquírias gigantescas, que representam deusas guerreiras. Essas fabulosas peças serpenteiam as salas reais com suas curvas feitas de tecidos em cores brilhantes, executados e fabricados em Portugal, que acumulam jogos americanos bordados numa trama extravagante e complicada, cortinas, guirlandas de flores e muitos outros retalhos para compor essa obra suspensas no teto por cabos de tensão calculados por engenheiros.

Joana comenta que eles, assim como as bordadeiras e costureiras, que fornecem tecidos feitos de acordo com as tradições portuguesas, compõem sua equipe de trabalho. “Sem eles, essa exposição seria inviável”, agradece a artista que coordena em seu ateliê mais 100 colaboradores.

Poliglota, articulada, feminista e insolente, Joana Vasconcelos é uma das jovens artistas mais em voga de Portugal e sua notoriedade aumenta à medida que suas obras se tornam pôlemicas. Uma de suas peças, intitulada “Noiva”, um lustre composto de vários absorventes íntimos, foi interditada para apresentação em Versalhes. Quando questionada sobre essa recusa, a artista minimizou: “As polêmicas sempre fazem parte das grandes exposições. Mas o artista deve respeitar a história do local em que expõe e Versalhes é um espaço estético carregado de tradições…” Ironia à parte, Joana era toda sorrisos e alto-astral, afinal, esse não era o assunto mais importante no dia da abertura oficial da exposição mas, sobretudo, sua posição privilegida como artista contemporânea e como a primeira mulher a expor no castelo do Rei Sol.

www.chateauversailles.fr

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , , | Comentários desativados em Joana francesa

O balé de Lacroix

Os bastidores da Ópera de Paris, no Palais Garnier, são o pano de fundo da exposição de figurinos do balé “La Source” (A fonte), desenhados por Christian Lacroix, com coreografia do bailarino Jean-Guillaume Bart. Apresentada até dezembro deste ano no Centre National du Costume de Scènes, em Moulins, na França, este balé romântico, que desapareceu do repertório das óperas no final do século XIX e foi adaptado para o teatro no ano passado, conta a história do sacrifício de Naïla, o espírito da fonte, pelo amor do caçador Djemil e sua bela Nouredda.

Christian Lacroix, que assina a direção artística do Centre National du Costume de Scènes, se inspirou do mundo das ninfas da fonte para incorporar tons de branco e azul em seus vestidos diáfanos; para os elfos da floresta, o que prevalece é a cor verde. Os figurinos femininos, ultra-românticos, desenhados na cor branca, são os mais coloridos com uma multitude de frisados e detalhes ​​decorativos em Swarovski.

“Todos os trajes desse balé são ricos visualmente porém, para o estilista, o mais importante na composição de um figurino de dança, é que ele seja capaz de desenhar modelos que deixem os dançarinos executar seus gestos sem se sentirem presos,” atesta Lacroix. “Essa preocupação confere algo um pouco tradicional ao figurino mas não menos extravagante. De qualquer maneira, me concentrei na cenografia suntuosa para compor cada uma das peças usadas pelos bailarinos.” O universo onírico de Lacroix fica realmente evidente em cada fantasia criativa do balé “La Source” e o seu estilo inconfundível como estilista e diretor artístico aparece em cada nuance da cenografia. www.cncs.fr

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , , | Comentários desativados em O balé de Lacroix

Paraíso perfeito

O Hotel Spa Les Sources de Caudalie, situado em meio a um vinhedo próximo a Bordeaux, convidou o estilista belga Martin Margiela para decorar sua suíte “L’Ile aux Oiseaux” ou literalmente Ilha dos Pássaros. Como não poderia deixar de ser, Margiela usou e abusou das cores branca, cinza e preta, do teto ao chão, criando seus famosos tromp l’oeilcom efeitos de espelhos.

Seu clássico e já conhecido minimalismo permitiu apenas que uma única peça colorida entrasse na suíte, a enorme poltrona vermelha em formato de lábios do Studio 65. Os hóspedes que optam por essa suíte recebem um lindo presente-surpresa, especialmente enviado pela Maison Martin Margiela. O lugar com ares de paraíso, é perfeito para um final de semana romântico ou para repor as energias. www.sources-caudalie.com

 

Posted in Frescurites, Viajar | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Paraíso perfeito