Punk, como assim?

Mas onde começa e termina a arte? Afinal, o que é arte? A questão é trivial e é sempre um tanto polêmica, sobretudo, quando moda e arte se misturam. Questões à parte sobre a redefinição de limites, os principais museus desempenham um papel preponderante com exposições memoráveis que tem contribuído para misturar e confundir ainda mais todos os gêneros.

Neste sentido, o Metropolitan Museum of Art não tem os pés frios e nesta semana inaugurou com pompas e circunstâncias a ousada exposição “Punk: Chaos to Couture” sobre o movimento punk e sua influência na moda com imagens de Sid Vicious, efêmero porta-bandeira dos Sex Pistols, Patti Smith e os Ramones. Mas, acima de tudo a exposição quer evidenciar como esta onda criativa, apresentada sob o rótulo de “No Future”, conseguiu inspirar estilistas como Jean Paul Gaultier, Vivienne Westwood ou, mais recentemente, Viktor & Rolf e Miuccia Prada. Arte e moda tem mostrado que a história tem se acelerado cada vez mais…