Petit Palais

O Museu de Belas Artes de Paris, o Petit Palais, recebeu um presente especial em papel Canson ® que embalou as 20 colunas de sua fachada em cores extravagantes para chamar a atenção do público para a exposição que apresenta os ganhadores do Prêmio Canson ®, de 5 à 16 de junho de 2013, no museu. Durante o verão todos os olhos estarão voltado para este belo e histórico edifício.

Esta instalação é testemunha de uma conversa poética entre o papel e o monumento. Apedra e o papel que parecem aparentemente tão distantes um do outro: um mineral, outro vegetal, um frio outro quente, um sólido, outro   frágil. Sua proximidade prova que, além dessas oposições existe uma linguagem em comum, a memória, o tempo da conversa, a sustentabilidade do que cada um contém, do que cada um protege e esconde. Envelopada num papel colorido, o monumento de pedra, de repente, parece mais próximo, sensual, vibrante e cria uma diferença incongruente. É contemporâneo, simples, puro e efêmero, como a duração de uma vida…