In the Bowie

David Bowie estimulou a criatividade e a experimentação. De repente, sua estranheza lhe caía bem, aliás, ele instituiu o fato de ser e querer ser diferente como uma normalidade… Esse eterno camaleão está sendo homenageado no Victoria and Albert Museum, em Londres, até agosto, com uma mega-exposição que revela as mil e uma maneiras de ser e de se vestir à la David Bowie.

Será que ele vai defender sua reputação de enigmático ou colocar suas diferentes personas de lado? Será que vamos finalmente começar a ver o verdadeiro David Bowie desta vez? Esse ano de 2013 parece ser o da ressureição de Bowie, por isso, vamos apreciar essa oportunidade para conhecer a vida de um homem que quebrou todas as regras e redefiniu para sempre o conceito do rock and roll.A engenhosidade de David Bowie consiste na capacidade de se reinventar, foi isso que o transformou num ícone. Verdadeiro rock star, no sentido lato do termo, Bowie desafiou continuamente todas as convenções e derrubou as fronteiras entre moda e música.

Quando o uniforme rock’n’roll dos anos setenta consistia principalmente em vestir-se com calças jeans ou de couro, Bowie preferiu optar por uma peçade cetim de corpo inteiro para ilustrar a capa de seu álbum de estréia. Em 1971, ele passou alguns meses em Nova York, que na época tinha sido relegada por Londres, em termos de liberdade artística. Lá, ele se inspirou no Velvet Underground, nos pioneiros subestimados do glam rock e também passou um tempo com Andy Warhol e sua comitiva excêntrica na indulgente Factory.

A aparência andrógina de Bowie desafiou as normas tradicionais de gênero dos anos 70. A chegada de Bowie estimulou a criatividade e a experimentação com sua presença delicada e elegante, que quebrou o estereótipo do macho alfa do rock, transformando em desejável o fato de ser diferente. Por tudo isso, Bowie é a estrela que ele realmente merece ser.

About Marilane Borges

Eu amo a França e nutro desde sempre uma paixão por Paris, onde decidi viver por minha própria conta, talento e risco. Deu certo e continuo feliz com minhas escolhas. O Mademoiselle Borges é uma das janelas da minha alma de onde vislumbro beleza, talentos e pessoas interessantes. Deleite-se!