Atelier parisiense de bijoux

Visitei há algumas semanas o atelier do designer de joias Taher Chemirik, situado num bairro parisiense. Entre taças de champagne e alguns canapés tive a liberdade de fotografar o que queria, enqunto ouvia histórias de como tranformar ideias em objetos, acessórios, enfeites diversos. Fico sempre muito impressionada com o que as pessoas de talento podem produzir a partir de uma simples peça. Chemirik é argelino, formado em arquitetura de interiores e já trabalhou para grandes maisons francesas criando coleções de bijuterias em pocelana Bernardaud e esculturas decorativas para arte da para Christofle. Os acessórios do último desfile primavera-verão de Paco Rabanne, eram dele. Chemirik tem um talento natural para misturar elementos em formas diversas e o resultado é belo, atraente, sensual.

Posted in Design | Tagged , , , | Comentários desativados em Atelier parisiense de bijoux

Lâmpada cult

Projetada e construída em 1922,  a lâmpada Gras inaugurou um novo sistema de iluminação com sua geometria variável e facilmente adaptável para todas as circunstâncias, sendo capaz de iluminar máquinas, ferramentas, pranchetas de escritórios, laboratórios e até ser um objeto ornamental. Seu criador, o engenheiro Bernard-Albin Gras, dotou a peça de elementos essencias de ergonomia  com uma estética perfeita que se combina ao desenho e fundou o que hoje é chamado de projeto.

A lâmpada Gras encontrou notoriedade com uma nova geração de arquitetos, designers e colecionadores fascinados pelo tema da modernidade, bem como os móveis de Le Corbusier, Herbst, Prouvé e Perriand. Para festejar seu aniversário de 90 anos, a Editora Norma lançou o livro La lampe Gras, de Didier Teissonnière, que traça a história dessa invenção que foi uma grande aventura industrial. A publicação nos faz relembrar a estética dos objetos do entre guerras e, mais precisamente, as opções ecléticas do tempo presente. A empresa DCW, que edita a lâmpada, lançou uma coleção “Les Mythiques”com modelos  dispõe de 19 modelos que podem ser encontrados em cinco cores diferentes.

A empresa DCW, que edita a lâmpada, lançou uma coleção “Les Mythiques”com modelos jamais apresentados ao público. Distribuída em mais de 40 países, a lâmapada Gras pode ser encontrada em cinco cores diferentes através de 19 modelos icônicos. www.lampegras.fr

Posted in Design | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Lâmpada cult

Arte culinária

Soprar e comer. É assim que a artista norueguesa Tanja Sæter apresenta suas performances para um público que fica babando enquanto ela esculpe o vidro com seus sopros artísticos acompanhados de deliciosas degustações defumadas. Um desempenho culinário único e espectacular à base de produtos do mar, onde os alimentos atingem um ponto de cozimento em alguns segundos sobre o vidro que atinge uma média de 1.000 graus Celsius.

A artista é sobretudo uma escultora em vidro,  que se perguntava como fazer sucesso com sua arte sem cair no convencional. Daí surgiu a ideia de incrementar suas performances artísticas com degustações gastronômicas. Sæter trabalha com diversas técnicas de sopro em vidro como o néon, a colagem, a fusão e o uso de chamas com a ajuda de uma mangueira de gás. Tanja Sæter começa suas apresentações soprando diferentes pedaços de vidro separadamente em nuances de marron, cinza, preto e branco. Da fusão dessas surgem longos tubos sinuosos que compõem suas instalações e objetos decorativos.

Uma pessoa sábia disse uma vez: ” Você quer ganhar sua vida ou se beneficiar daquilo que a vida tem para oferecer?” Sæter diz que ela escolheu a última opção, porque ela queria trabalhar artisticamente com o vidro que é um material mais emocionante do que ela poderia imaginar, e agora, ela diz respirar aliviada por ter a sorte de estar numa posição onde ganhar a vida e ter uma vida plena são a mesma coisa.

Como parte dos eventos da Paris Design Week, a artista vai se apresentar no dia 13 de setembro no Institut Suédois entrada pelo número 10, rue Elzevir, Paris 3. Horários: 18h00-18h30 e 19h45-20h15

Posted in Design | Tagged , | Comentários desativados em Arte culinária

Eclipse

Marie-Bérangère Gosserez é uma especialista nata em colecionar designers de vários horizontes para apresentar em sua galeria, no Maris. Os talentosos do momento são Sébastien Cordoléani, Grégoire de Lafforest, Paul Menand, o estúdio holandês OS & Oos que apresentam o projeto “SYZYGY” e a dupla Vaulot e Dyèvre. Todos esses artistas tem em comum a paixão por luminárias com modelagens em vidro, metal num jogo de led’s que se projetam em discos transparentes. Intercalados, a peça coloca em jogo algo como um alinhamento astral.

Até 13 de outubro o coletivo de designers vai exibir suas luminárias únicas na Galerie Gosserez – 3, rue de Debelleyme, Paris 03.

 

Posted in Design | Tagged , , , , | Comentários desativados em Eclipse

Feira chique

De 19 a 22 de outubro acontece em Paris a terceira edição de Chic Art Fair, um dos eventos mais esperados para os aficionados por design e arte contemporânea. A feira vai acolher na Cité de la Mode et du design mais de 50 galerias internacionais, divididas em três seções: Projetos Especiais com edições exclusivas e instalações especialmente criadas para a Feira; Contemporary Art and Design, em torno de temas fortes como pintura, fotografia e objetos de design e, nos corredores, muitas disciplinas artísticas se misturam criando um universo estético, coerente e multidisciplinar para todos os gostos. Não perca!!

Posted in Design | Tagged , , , | Comentários desativados em Feira chique

Craftslab

Com uma gama de produtos simples e funcionais, da arte da mesa aos artigos de moda, Craftslab promove o design e o artesanato de vários países, principalmente entre a França e o Japão.  Esse laboratório de tendências de produtos artesanais, com sede em Paris, organizou uma seleção de produtos idealmente apresentados durante um showroom efêmero que acontece no número 25, rue Charlot. É  preciso marcar horário para visitar o local, que estará aberto no sábado, 08 de setembro, e quarta-feira, 12/09. As visitas podem ser agendadas através do e-mail: aya@craftlab.net.

Posted in Design | Tagged , , , | Comentários desativados em Craftslab

Percurso capital

Até 24 de setembro “7 Parcours Capitaux” vai fazer a alegria de amadores e colecionadores de artes, cultura, moda, música, gastronomia e design. Imaginado pelo crème de la crème dos artistas franceses, a seleção de objetos priorizou o que há de mais instigante nos 400 antiquários que compõem o mercado de pulgas Paul Bert et Serpette. Um dos grandes eventos será a inauguração (em outubro) do novo restaurante “Ma Cocotte” imaginado pelo designer Philippe Starck, que fica às portas desse mercado. Uma desculpa ideal para se esbaldar nas compras depois de saborear uma deliciosa refeição da cozinha tradicional francesa.

 

O “7+1 Parcours” foi imaginado por designers, estilistas, chefs de cuisine e artistas para colocar em evidência um dos maiores antiquários do mundo, o Paul Bert et Serpette, situado nos arredores de Paris, em Saint-Ouen. Jean-Jacques Aillagon, Vanessa Bruno, Stéphane Chapelle, Pierre Gagnaire, Bruno Racine, Roxanne Rodríguez, Yuksek e Philippe Starck destilaram suas dicas para compor a cenografia do evento, assinada por Roxane Rodriguez e Vanessa Bruno. Paul Bert et Serpette: 06-10, rue des Rosiers, Saint-Ouen.

Posted in Design | Tagged , , , , | Comentários desativados em Percurso capital

Tecidos imaginativos

 

Desenhos coloridos, flores em profusão e muito talento marcaram a trajetória de Pierre Frey e Jean-Denis Malclès que se cruzaram pela primeira vez em 1941 durante o Salon des Artistes Décorateurs. Os dois artistas revolucionaram o tecido decorativo clássico criando um contraponto lúdico com seus desenhos cheios de fantasias, histórias e alegresses transportando esse espírito lúdico para a tapeçaria.

Neste mês de setembro o showroom da Maison Pierre Frey se transforma em galeria de arte para exibir o trabalho de Jean-Denis Malclès, que além de decorador de teatro era ilustrador. Durante a mostra Imagin’Malclès, apresentada entre 7 de setembro e 15 de dezembro, o desenho original de  Déjeuner sur l’herbe, criado em 1944, será  reeditado em série limitada.

 Show Room Pierre Frey – 27, rue du Mail, Paris 02. Das 10h às 18h.

Posted in Design | Tagged , , , | Comentários desativados em Tecidos imaginativos

Paper passion

O prazer de sentir o cheiro das páginas de um livro novo é como uma viagem sensorial de altos mistérios que nos transportam para um mundo imaginário. Essa é a proposta do livro-perfumado Paper Passion: fazer o leitor sonhar aspirando ao odor e o frescor de um livro novinho em folha. Concebido pela editora alemã Steidl, que se associou ao perfumista Geza Schoen, para desenvolver esse novo segredo. A proposta desse projeto é transmitir em cada página o cheiro peculiar da leitura.

Para compor Passion Paper, Schoen passou alguns dias no setor de impressão da editora Steidl, tentando definir os odores que compõem os aromas dessa fragrância, que aspira ao odor dos livros novos. O famoso nariz descreveu assim sua experiência com o cheiro do papel: “É uma combinação de notas de ervas com um gosto de ácidos e um toque de perfume de baunilha num fundo de mofo.”

Como não poderia deixar de ser, a embalagem estilzada em forma de livro foi pensada pelo diretor criativo da Chanel, Karl Lagerfeld, e reúne textos de Tony Chambers, editor da revista Wallpaper, do próprio Lagerfeld, de Geza Schoen e do romancista Günter Grass, prêmio Nobel de literatura. O perfume de 50 ml será distribuído em algumas páginas de um livro-caixa e já pode ser comprado ao preço de 85 euros no site da editora: www.steidlville.com

Posted in Design | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Paper passion

Britishness

 

Timothy Oulton se inspirou nas festividades do Jubileu da Rainha Elisabeth II e criou uma coleção lúdica que faz alusão a impressão do Real Britannia em tecidos tingidos a mão que cobrem sofás, poltronas e outros objetos decorativos, conferindo um ar bem-humorado e so british aos ambientes. www.timothyoulton.com

Posted in Design | Tagged , , , , | Comentários desativados em Britishness