London calling

Sem dúvida, Londres é uma das capitais européias feitas sob medida para comprar, visitar grandes parques, conhecer um pouco da história e dos bastidores da realeza, se encantar com sua moda excêntrica ou ainda relaxar tranquilamente num dos seus imensos e arborizados parques. Aliás, circular por esses oásis de verdura em dias ensolarados é uma benção.

No Victoria Park, Hyde Park, Richmond Park é possível comer, ler e até tirar uma soneca tranquilamente. Durante uma pausa e outra aproveite para conhecer melhor East London, uma das regiões que tem crescido bastante e onde praticamente todos os designers vivem. Não deixe de circular pela Fashion Street, o nome já diz tudo, e descobrir as últimas tendências. Como a loja Hunky Dory, situada no ângulo de Bethnal Green Road e Brick Lane, que é um achado para quem aprecia a moda vintage dos anos 1940 e 1950.

Para compor o visual com bijuterias antigas, vale dar um pulo em Camden Passage Islington, não confundir com o mercado de Camden, especializado em tatuagens questionáveis e roupas cyber-góticas. Em Notting Hill há uma abundância de grandes lojas vintage e de antiguidades que ainda guardam a imagem da Londres que vemos nas telas de cinema. As cenas de Julia Roberts e Hugh Grant, no filme que leva o nome do bairro, confirmam isso. Apesar da região não ser muito turística, evite visitá-la aos finais de semana para fugir do congestionamento de pessoas.

Posted in Diversos | Tagged , , , , | Comentários desativados em London calling

Cocoricó

Sempre passei minhas férias de infância na casa da minha avó, numa cidadezinha calma e pitoresca no norte do Brasil. Ficava eufórica quando chegava lá e corria até o quintal, onde ela criava várias galinhas, apenas para vê-las comer milho e se disputar entre si. Os galos, como sempre, demarcando território com suas cristas vermelhas e atraentes, chamavam a atenção pela exuberância e porte altivo de “dono do terreno”. As galinhas, mais discretas, comiam juntas, em círculo, ou acompanhavam os seus pintinhos à procura de abrigo antes da noite cair.

Quando me deparei com as imagens do fotógrafo Ernest Goh, fiquei nostálgica, relembrando esse momento especial da minha infância. Goh, que nasceu em Cingapura, explica sua técnica para captar imagens da exuberância dessas aves. “Passo o dia observando atentamente seus movimentos sem provocar barulho ou causar nenhum impacto que as deixe estressada. Às vezes para conseguir uma única imagem, preciso ficar horas e horas, apenas aguardando o momento ideal para clicá-las”, comenta o fotógrafo. Até 31 de Janeiro, essa coleção estará em exibição e à venda na galeria Pobeda, em Moscou. Para maiores informações, clique  aqui: http://pobedagallery.com/

Posted in Diversos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Cocoricó

Groove de propulsão

Fame e Muscle Shoals Sound Studios é um assunto fascinante para quem aprecia boa música, porque fazem parte da história que fala de um tesouro sonoro incrível com músicos que tanto inspiraram, como mudaram o mundo. A história desses dois estúdios gravações e seus cantores legendários está sendo apresentada hoje no Festival Sundance, no documentário “Muscle Shoals”.

Foi Greg ‘Freddy’ Camalier quem se interessou pelo lendário Fame Studios e Muscle Shoals Sound Studios, especializados em rythm n’ blues, soul mas também rock e decidiu fazer esse documentário, mostrando o berço da música americana seminal. Fundados em 1969 no Alabama, estes dois estúdios rapidamente tornaram-se famosos, graças às gravações do álbum “Sticky Fingers” dos Rolling Stones mas também de muitos artistas como Aretha Franklin, Wilson Pickett, Bobby Womack, Etta James ou ainda os Staple Singers e Canned Heat. Mais recentemente, em 2010, os Black Keys gravaram o seu CD “Brothers” .

Fame e Muscle Shoals, é parte de um enorme legado musical que tocou gerações, raças e continentes. O estúdio foi fundado por Rick Hall, um personagem icônico que está no centro da história de Muscle Shoals. “Eles são diferentes de quaisquer outros estúdios de gravação, pelo fato de estarem localizados em uma pequena cidade rural na América”, afirma Greg ‘Freddy’ Camalier. “Determinar em quais aspectos se concentrar para a montagem desse documentário foi fascinante, porque há tantas histórias maravilhosas  embora muitas das quais não caberiam num único filme. Mas cada artista trouxe algo especial para esse projeto e, entre eles, uma tapeçaria foi criada. Então, realmente não posso indicar nenhum deles como o meu favorito,” confessa ‘Freddy’ Camalier.

Posted in Diversos | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Groove de propulsão

Massimiliano Gioni

Ele vai ser um dos homens mais em voga no ano de 2013 e o mais novo e jovem, apenas 38 anos, diretor artístico da Bienal de Veneza. Massimiliano Gioni é curador e crítico de arte contemporânea desde que começou a falar. Incansável e multifacetado, Gioni acumula funções e atualmente é Diretor Artístico da Fundação Nicola Trussardi em Milão e Diretor Associado e de Exposições no Museu de Arte Contemporânea, em Nova York.

Em 2010, ele foi o diretor mais jovem e o primeiro europeu a dirigir a 8ª Bienal de Gwangju, na Coréia do Sul. Em 2003, foi curador da seção intitulada  “La Zona” dentro da exposição de arte internacional da 50ª Biennale di Venezia. Em 2004, fez co-curadoria da 5ª edição da bienal itinerante Manifesta e em 2006 organizou a 4ª Bienal de Berlim em colaboração com o artista Maurizio Cattelan e o curador Ali Subotnic. Com Cattelan e Subotnick, Gioni fundou a revista Charley e o espaço sem fins lucrativos The Gallery Wrong, aberto inicialmente em 2002 em Nova York e depois hospedado pela Tate Modern, em Londres, em 2005.

Gioni fez curadoria de exposições coletivas, entre as quais, “Ghosts in the Machine”, “Ostalgia” e “After Nature”, no New Museum. Além de shows individuais, entre outros, com Pawel Althamer, Tacita Dean, Urs Fischer, Fischli e Weiss, Paul McCarthy, Pipilotti Rist, Anri Sala, Tino Sehgal e Paola Pivi. Editor da revista Flash Art entre 2000-2003, Gioni também tem contribuído regularmente com várias revistas de arte contemporânea, incluindo Artforum, Art Press, Frieze, Parkett e publicou vários artigos autorais em catálogos editados pelas editoras Charta, Mondadori, Phaidon, Les Presses du Reel e Rizzoli. Anything else ?

Posted in Diversos | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Massimiliano Gioni

Imagens bucólicas

O movimento recorrente das cachoeiras se eternizam com suas quedas d’água e o riacho que borda uma vereda em meio às montanhas parece ter sido desenhado. O Monte Saint-Michel aparece dominante e impacível ao longe, cercado pelas marés que o isolam do continente. Um lago congelado assemelha-se a uma vasta plataforma tendo no seu centro um único cisne. A solidão das embarcações que parecem ter náufragado na maré baixa revelam toda a sua pequenez em relação a dimensão do oceano.

Cada uma dessas imagens tem algo em comum: o estilo indiscutivelmente bucólico do húngaro Ákos Major. Esse ex-publicitário tem empregado todo o seu talento e olhar clínico para criar a ilusão de que é possível parar o tempo durante alguns décimos de segundo e eternizar o momento através do registro fotográfico.

Ákos Major, 38 anos, decidiu mudar de vida antes de embarcar numa viagem de aventura para o Marrocos. Depois dessa experiência e de ter conseguido ver o mundo sob uma outra ótica, ele começou a se dedicar à fotografia panorâmica e fixar com suas lentes tudo o que o circunda, de preferência, saindo para fotografar em dias cinzentos.

Segundo ele, “é preciso que a paisagem tenha um significado maior que a própria beleza explícita a fim de que, com minha câmera, consiga captar o mistério dos lugares”. Suas imagens surreais são de tirar o fôlego, graças à serenenidade e à placidez dos elementos que orquestram cada clique. O resultado dessa paciente exposição in natura são fotografias que cultuam uma grande abstração e convidam à reflexão. É quase impossível olhar para essas paisagens eternizadas em tons monocromáticos sem conceituá-las como sinônimo de paz de espírito. www.akosmajor.com

Posted in Diversos | Tagged , , | Comentários desativados em Imagens bucólicas

Escaravelhos

A designer Lito Karakostanoglou se apoderou de toda a simbologia zoomórfica egípcia para criar uma coleção de jóias inspiradas nos escarabelhos, esses besouros que existem desde a antiguidade e representavam a vida após a morte. O resultado é simplesmente fascinante. Colares, brincos, pingentes e anéis em ouro atraem todos os olhares com seus besouros em tonalidades furta-cor. De longe, as peças são tão autênticas em seu aspecto in natura que parecem reais. Essa coleção exclusiva encontra-se à venda na Galerie Béatrice Saint-Laurent, em Paris, ou pode ser adquirida diretamente pelo site: www.galeriebsl.com

Posted in Diversos | Tagged , , , | Comentários desativados em Escaravelhos

Over the rainbow

De 22 a 25 de novembro de 2012, a Hip Galerie d’Art acolhe a segunda edição do salão dos artistas joalheiros que se debruça sobre o design internacional com 12 jovens designers recém-chegados que vão apresentar suas criações numa bela exposição sobre o tema do “arco-íris”. Esse panorama da criação de jóias contemporâneas tem como objetivo apresentar o trabalho de 20 artistas selecionados por seu talento e originalidade, onde suas criações são uma vitrine que explora as concepções estéticas dos seus respectivos mundos. Cada peça se diferencia à sua própria maneira com as influências do universo do designer. Entre brilho, transparência e mistura de cores as criações destilam elegância nos acessórios esculpidos em ouro, prata, metal ou ferro. Hip Galerie d’Art – 8, rue Saint Roch, Paris 01.

 

 

 

 

 

Posted in Diversos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Over the rainbow

Naturoscopie

Uma mesa que projeta a imagem do pôr-do-sol e luminárias que se metamorfoseam nas paredes são algumas das propostas do jovem designer Noé Duchafour-Lawrence na exposição batizada de Naturoscopie, presente na Galerie Béatrice Saint-Laurent, em Paris, até 15 de dezembro.

Duchafour-Lawrence vê o mundo pela ótica filosófica e para ele tudo está relacionado com a natureza e seus eventos. As peças desse projeto Naturoscopie dizem muito sobre sua maneira de conceber objetos decorativos que transcendem o conceito de utilitário. Na verdade, segundo o designer cada peça adquire um outro significado, onde o desenho escultural é o meio de traduzir a mensagem que vem da natureza. Galerie BSL – 23, rue Charlot, Paris 03.

Posted in Diversos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Naturoscopie

Manolo Blahnik

Para festejar a abertura de sua loja no quinto andar do Printemps de la Mode, em Paris, o idolatrado sapateiro britânico Manolo Blahnik, conhecido por seus stilettos vertiginosos, foi acolhido com uma exposição única com seus desejados modelos que imergiam em vitrines inusiatadas espalhadas nos corredores do segundo andar dessa loja de departamentos. Inaugurada durante a Semana de Moda Parisiense, “Manolo Blahnik 40 anos de glamour” colocou em evidência os modelos mais emblemáticos do designer sob o pretexto de uma dúzia de temas como Espanha, natureza, modernismo e Rússia. Além disso, o modelo “Ossie” terá uma reedição criada especialmente para o evento com a assinatura “Manolo Blahnik for Printemps”. Criado para o desfile do estilista britânico Ossie Clark, em 1971, este sapato bicolor (verde e vermelho) apresenta longas tiras de camurça e pompons vermelhos num salto de 10 cm.

 

 

Posted in Diversos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Manolo Blahnik

Lana Del Rey

Os rumores que estavam girando em torno de Lana Del Rey como garota-propaganda da H&M se confirmaram. O varejista liberou as imagens da campanha onde a cantora aparece com seu estilo retrô. Estética totalmente L.A. noir Del Rey aparece com enormes olhos esfumaçados como pede o último grito do make up vestida com singela roupas em tons pastel. A dupla Inez e Vinoodh assina as imagens da campanha.

Posted in Diversos | Tagged , , | Comentários desativados em Lana Del Rey