Assouline

Este é um dos meus esconderijos prediletos em Paris. Aqui, escondida entre estantes de livros, descobro os segredos do estilo de ter uma alma culta em meio a calmaria que reina nesse ambiente quase monástico. A livraria Assouline, em Saint-Germain-des-Prés, é um desses  lugares sagrados onde o espírito e a alma parecem estar em plena harmonia.

Aqui dá para ler ou apenas folhear desavergonhadamente alguns dos mais  belos livros publicados pela editora. Os pequenos detalhes com que cada publicação é apresentada faz com tudo pareça tão sofisticado, que ler o belo é mais que um exercício intelectual, é um deleite para o espírito. Assouline – 35, rue Bonaparte, Paris 06.

Posted in Parisiando | Tagged , , , | Comentários desativados em Assouline

Madame Grès

“Eu queria ser uma escultora para fazer o mesmo trabalho num tecido ou numa pedra,” afirmava a mais famosa costureira parisiense Madame Grès (1903-1993). Para homenagear essa dama do drapeado, o Museu da Moda da Antuérpia, MoMu, organiza uma retrospectiva colocando em evidência as peças esculturais de Madame Grès.

Drapeados estonteantes, dobras e mais dobras de tecidos que repousam sobre o corpo como se fossem cascatas com fluidez e estilo. Era assim Madame Grès esculpia suas roupas com as próprias mãos, ajustando cada detalhe nas modelos e rejeitando veementemente tesouras e agulhas. Essa arte de esculpir tecidos lhe conferiu uma reputação como pioneira da túnica chique.

Madame Grès atravessou, em 50 anos de carreira, estilos muito diferentes: vestidos de noite envoltos em uma fiel inspiração helênica, peças para o dia modernas, minimalistas e elegantes. Tudo abraçado a um estilo único e inimitável. Algo simples, atemporal, escultural e, sobretudo, ultra-feminino. Uma exposição inesquecível que fica em cartaz de 12 de setembro de 2012 até 10 de fevereiro de 2013 na Bélgica.

 

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Madame Grès

Haute Couture

Fotografias de moda clicadas como obras de arte contemporânea num universo onírico rodeado de um certo glamour atemporal. Esse é o talendo da fotógrafa alemã Cathleen Naundorf e seu mais recente livro “The Polaroids of ”  não desmente. A publicação é um primor que retrata as coleções de moda dos maiores costureiros de nosso tempo, como Christian Lacroix, Elie Saab, Jean-Paul Gaultier, Dior, Valentino de uma maneira única e com um olhar especial. Todas as fotos foram feitas com uma câmera de grande formato de exibição com o método de fotografia desenvolvido pelo seu mentor, o famoso fotógrafo de moda Horst P. Horst. Foram necessários seis anos para que a fotógrafa selecionasse e montasse essa coletânea que privilegia a história da moda através de imagens magníficas, clicadas em ambientes suntuosos, entre outros, como o Grand Palais, em Paris. À venda nas melhores livrarias.

 

 

 

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , , , | Comentários desativados em Haute Couture

Efeitos especiais

“A beleza é a verdade e a verdade, beleza”, já dizia o poeta. Esse é o credo da Croisette durante o Festival de Cannes. Nada mais é tão importante, senão a beleza. Artistas de várias nacionalidades desfilam sua formosura no tapete de todas as vaidades e o festival do cinema segue caminhando de mãos dadas com os parceiros oficiais que embelezam homens e mulheres da sétima arte. Os nomes mais badalados nessa cruzada de quem vai maquiar ou pentear as madeixas mais em voga dessa temporada são L’Oréal Paris e Dessange, mas existe nos bastidores uma dezena de marcas que buscam seu lugar ao sol na Croisette. É interessante assistir a uma verdadeira disputa para eternizar num clique as estrelas de L’Oréal Paris, geralmente musas e atrizes do momento e, perceber ao longe, que os personagens que não fazem parte desse dream team, passam sem sequer serem flagrados pelos flashs dos fotógrafos. Este é verdadeiramente um mundo de Cannes onde qualquer semelhan;a com a realidade é mera ficção.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Efeitos especiais

On the road

A estrada tem sempre um sentido mítico. Há aqueles que estão na estrada para se encontrar ou se perder. Sem destino ou sem direção, a verdade é que a estrada é uma representação simbólica da própria vida. Uma maneira figurada de viver em constante questionamento. Essa foi uma das alternativas escolhidas pelo escritor  americano Jack Kerouac que, no final de sua trajetória como viajante-errante, escreveu “On the road”, um dos livros mais emblemáticos sobre a arte de perder-se ou encontrar-se. Na estrada e na vida.

Walter Salles com seu talento e sensibilidade transpôs para as telas a vida de um Kerouac perdido em seus dilemas existenciais. No filme-documentário sobre a vida do autor, os personagens que cruzaram sua vida são um gênero à parte. Garrett Hedlund, Sam Riley e Kristen Stewart estão impecáveis e mergulharam fundo no mundo sombrio de Kerouac conseguindo transmitir toda a angústia de uma geração. Para entender melhor o ponto de vista do filme que Salles dirigiu, a grande sacada é ler o livro e tentar não fazer comparativos. Afinal, na estrada assim como na vida, os horizontes nunca são os mesmos.

 

 

Posted in Frescurites, Viajar | Tagged , , , , , | Comentários desativados em On the road

Stars en Dior

Eventos relacionados ao cinema neste semestre pedem uma obra elegante à altura do tapete vermelho. É isso o que encontramos distribuído em 250 fotografias clicadas num momento so celebrity no livro “Stars en Dior, da tela à cidade”, de Jérome Hanover, lançado pela editora Rizzoli, Nova Iorque.

Nele encontramos imagens, documentos e arquivos, muitos deles inéditos, que demonstram a ligação entre Christian Dior, sua maison de haute couture e o mundo da sétima arte. Tanto estrelas, quanto diretores de cinema, como Charlie Chaplin, Joseph Losey, Jean-Pierre Melville, Marcel Carné, Jean-Paul Rappeneau ou Pedro Almodóvar solicitaram à maison Dior a criação de alguns figurinos. Quanto às estrelas Marilyn Monroe, Sophia Loren, Elizabeth Taylor, Penélope Cruz ou ainda os ícones da maison Natalie Portman, Charlize Theron, todas, evidentemente, vestidas à la Dior demonstram que o poder da imagem é algo intangível.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Stars en Dior

Centenário do Titanic

A realidade deu ares de ficção romanesca ao filme de James Cameron mas a verdadeira história do possante Titanic é outra. É isso que o Musée des lettres et manuscrits mostra na exposição Titanica, 100 anos depois, que fica em cartaz até 29 de agosto. Nela, é possível apreciar 20 documentos entre fotos e manuscritos, incluindo o esboço do livro de Helen Churchill Candee, que inspirou o personagem Rose, vivido pela atriz Kate Winslet.

Na noite de 14 a 15 de abril de 1912, o Titanic, pertencente à companhia transatlântica White Star Line naufraga ao largo da Terra Nova, cinco dias após sua viagem inaugural entre Southampton e Nova York. Entre os 700 sobreviventes, a escritorora americana, Helen Churchill Candee (1858-1949), imortalizou sua história com o famoso filme de Cameron filme, sob o nome de Rose. Esta mulher realmente moderna para a época, ela se divorciou aos 53 anos, tinha interrompido uma viagem à Europa para visitar seu filho, vítima de um acidente de avião. São o registro de as memórias desse terrível naufrágio que ela conta  em um livro manuscrito de 36 páginas, preservado no Musée des lettres et manuscrits, em Paris.

 

Posted in Parisiando | Tagged , , , , | Comentários desativados em Centenário do Titanic

Liberdade total

Uma personalidade satírica que desenha personagens disformes e caricaturais. Este é Robert Crumb, figura mítica da contra-cultura americana, que atualmente está sendo homenageado no Museu de Arte Moderna de Paris. Essa é a primeira retrospectiva do artista americano na cidade. Nessa mostra “D0 underground à Gênese” é possível conhecer os croquis, consultáveis em I-Pad, e mais de 700 desenhos realizados desde 1960 até hoje por um dos maiores desenhistas dos últimos cinquenta anos.

Para os apaixonados por revistas “underground” a exposição é um achado porque há centenas delas espalhadas, além de capas de LP, um arsenal de imagens e afins. No final, o visitante pode assistir ao documentário “Crumb”, de Terry Zwigoff. Essa retrospectiva revela, na verdade, as obssessões do artistaem seus desenhos que representam o amor, o ódio e o medo compulsivo das mulheres. Um olhar selvagem e cruel sobre o mundo moderno, que Crumb soube com humor negro, decalcar sem fazer concessões. Nem a ele mesmo. Até 19 de agosto.

Posted in Parisiando | Tagged , , , | Comentários desativados em Liberdade total

Máquina à freaks

Tim Burton é um personagem dele mesmo com seus cabelos que parecem ter visto fantasmas. Pela primeira vez na Europa, a cinemateca francesa acolhe seus desenhos, story boards, figuras, fotografias, objetos e filmes que alimentam essa imagem de criador perturbado pela realidade convencional. Criador  de um mundo imaginado às avessas, que todos os freaks da terra se regozijam com suas criações, Burton cativou até mesmo as crianças que observam com um certo olhar de medo e espanto as bizarrices desse artista gráfico que se tornou uma das referências do cinema gótico. Admirado ou não, uma coisa é certa: Tim Burton é um dos últimos artesãos do cinema hollywoodiano. Até 05 de agosto.

Posted in Parisiando | Tagged , , | Comentários desativados em Máquina à freaks

Papa da fotografia

“A moda é sempre a expressão do espírito de um tempo ou de uma época. Talvez ela seja o melhor indicador de mudanças sociais”, costumava afirmar o fotógrafo Gundlach, um dos raros artistas a entender a importância da fotografia de moda nos anos 50, 60 e 70. Esse fotógrafo alemão, defensor apaixonado da fotografia artística, se tornou referência de estilo para a história da moda  e para o cinema. Das produções de moda super elaboradas à escolha dos cenários, passando pela composição dos ambientes com forte apelo para a Op art, tudo era dirigido e pensado por Grundlach, que tinha um olhar artístico sobre a fotografia. A orientação que ele dava sobre as poses e as expressões faciais que as modelos deveriam fazer se tornaram referências célebres e são copiadas até hoje nas mais importantes revistas de moda.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Papa da fotografia