Apaixonado pelo mar

Chris Goldblatt cresceu numa comunidade à beira-mar em Malibu, na  Califórnia, e sua vida e a da sua família sempre esteve profundamente ligada ao oceano. “A partir dos seis anos de idade, quando comecei a surfar, aprendi também a pescar, e nossas refeições eram colhidas diretamente no oceano. Isto resultou em uma conexão espiritual profunda com o mar que ficou comigo durante todos esses anos,” conta. “Em 2012, as áreas de pesca nativa foram fechadas e tornaram-se uma zona marinha protegida. Essa foi uma transição difícil, dolorosa, que me levou à conclusão de que podemos prservar e ajudar o oceano sem, contudo, fazer com que nós, seres humanos, soframos. Dessa observação tive a ideia de criar o Fish Reef Project para dar o exemplo para a nova geração,” relata Goldblatt.

Fish Reef Project é uma organização sem fins lucrativos, localizada em Santa Barbara, que tem como missão promover o desenvolvimento da vida oceânica, através da criação de novos recifes artificiais. “Planejamos construir recifes que imitam, muito de perto, a forma e a função dos recifes naturais”, confirma Chris Goldblatt. “Em apenas 18 meses os recifes depositados no fundo do mar estarão em plena atividade interagindo com o ecossistema, trabalhando para restaurar e melhorar todos os tipos de vida marinha, incluindo corais, peixes, fauna e flora aquáticas. “Quanto mais fundo conseguimos mergulhar, mais extensões de recifes podem ser implantadas, porque há menos lama no solo. Através da criação desses suportes específicos agilizamos a formação de plânctons, que atraem formas de vida maiores, como peixes, algas e corais.”

A necessidade de criação desses nichos artificiais surgiu quando os pesquisadores e biólogos marinhos perceberam que o fundo dos oceanos estava perdendo plânctons que é onde a vida marinha se inicia. Na ausência destes, os elementos indispensáveis para a reprodução morrem e os plânctons se transformam em detritos. “Estamos usando mecanismos próprios da natureza para permitir que o fundo do oceano volte a oferecer uma saudável vida marinha,” conclui. Para saber como colaborar e conhecer outros detalhes do Fish Reef Project acesse o site: www.fishreef.org

About Marilane Borges

Eu amo a França e nutro desde sempre uma paixão por Paris, onde decidi viver por minha própria conta, talento e risco. Deu certo e continuo feliz com minhas escolhas. O Mademoiselle Borges é uma das janelas da minha alma de onde vislumbro beleza, talentos e pessoas interessantes. Deleite-se!