Monthly Archives: março 2013

Paris Haute Couture

Não é preciso convite, nem pagar ingresso, apenas ter paciência e esperar na fila para ver a exposição “Paris Haute Couture” que encontra-se no Hôtel de Ville, em Paris, abriga até 16 julho, dezenas de vestidos de alta costura vindos dos arquivos do Musée Galliera, que rastreiam mais de um século da moda parisiense. Peças assinadas por Jean Patou, Hubert de Givenchy, Jeanne Lanvin, Dior, Givenchy, Yves Saint Laurent, Gaultier, Maison Martin Margiela, entre outros, embelezam os salões Saint Jean.

Charles Frederick Worth inventou, sem saber, em seu estúdio no número 7 rue de la Paix, em 1858, o processo de fabricação que agora chamamos de “Haute Couture”. Verdadeiro artesão, Worth cria jóias personalizadas para clientes ricos que escolhem materiais e cores. Em 1895, ele desenhou um vestido, a pedido da Condessa Greffffuhle , que se tornou inspiração para a duquesa de Guermantes, que, por sua vez, tinha amizade com os maiores escritores e artistas em Paris, como Proust, Rodin e Mallarmé.

É para esse ciclo de artistas e clientes endinheirados que  Worth produz nas mais luxuosas sedas de Lyon, o gosto pela estética da Art Nouveau. Golas altas, mangas bufantes, adornam um vestido de cetim verde com padrões contrastantes em veludo azul e bordado. No final do século 19, a haute couture provocou desde o seu aparecimento uma pequena revolução no mundo da roupa e não párou mais. até os dias atuais várias mudanças ocorreram na história da moda francesa, graças ao seu talento e ousadia.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Paris Haute Couture

Dia de Hermès

Em fevereiro a Hermès lançou Jour d’Hermès, uma fragrância com notas misteriosas com base em um momento suspenso: o da alvorada. Jean-Claude Ellena, perfumista da maison,  sensível ao movimento e evocando a questão simbólica do tempo, se inspirou nos odores da madrugada para criar uma sensação de que algo vai acontecer assim que o dia raiar. Jour d’Hermès vem sendo celebrada através desse site totalmente dedicado a esse lançamento. Nas imagens publicitárias aparece uma mulher flutuando, como se estivesse em queda livre, algo em perfeita sintonia com os dias que se desenrolam em nossa vida e dos quais não temos quase nenhum controle. A música sussurrante do site  e dos spots de rádio enfeitiça os sentidos…

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Dia de Hermès

OITOEMPONTO

Em caixa alta e tudo junto:”OITOEMPONTO”. Essa é a senha da dupla de designers Artur Miranda e Jacques Bec, referência internacional na arte de decorar belas residências e apartamentos, desenvolvendo projetos que envolvam arte. A editora La Martinière publicou um livro dedicado aos 20 anos dessa parceria e conta a história da OITOEMPONTO – Arquitetura e Interiores,  através de imagens e textos.

Depois de viver na Suécia durante 7 anos, Artur regressou a Portugal, sua terra natal, onde mergulhou em novos projetos com o intuito de fazer carreira na moda. Enquanto o francês Jacques, fascinado pela rica ornamentação do século 19 e pelo ecletismo do mobiliário de design contemporâneo. Juntos eles imaginaram misturar moda, design e arquitetura de interiores para compor um coquetel de estilo inconfundível. Foi assim que nasceu a OITOEMPONTO a  fórmula perfeita dessa química franco-portuguesa, que não cessa de contrastar a arte de viver com sofisticação com uma pitada de ousadia. www.oitoemponto.com

Posted in Design | Tagged , , , | Comentários desativados em OITOEMPONTO

Desfiles surreais

Quase três anos se passaram após a morte trágica de Alexander McQueen, em Londres. Para consolar seus fãs, um livro homônimo publicado pela editora Eyrolles e escrito por Judith Watt traça a obra desse criador insubstituível através de uma retrospectiva ilustrada com sublimes fotografias que nos fazem redescobrir os desfiles surreais criados pelo estilista. O prefácio, assinado pela sua musa e confidente Daphne Guinness, oferece uma visão privilegiada da vida e da moda desse enfant terrible.

Iconoclasta por natureza, suas coleções eram irreverentes e sua passarela sempre foi um espetáculo para a própria diversão de Alexandre McQueen, que adorava provocar as convenções. Seus desfiles eram batizados com títulos escandalosos como Highland Rape, supostamente denunciando a violação da Escócia pelo Reino Unido, ou Golden Shower, projeto finalmente abandonado após a recusa do patrocinador. Ou este, em 2000, onde as mãos de uma manequim sangram durante um desfile ao eliminar as conchas fixadas no seu vestido. A apresentação ficou configurada como uma verdadeira performance. Tudo ensaiado por McQueen.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Desfiles surreais

Niemeyer na parede

Oscar Niemeyer definititivamente não passou sua vida em brancas nuvens. A criação prolífera desse Embaixador da Arquitetura Brasileira, que se transformou em sinônimo de Brasília durante sua longa vida, é tema da homenagem que a revista Wallpaper* do mês de fevereiro e a galeria Espasso, em Nova York, organizaram para eternizá-lo. Essa grande celebração coloca em evidência as criações de Niemeyer através de uma exposição que fica em cartaz até 25 de Março.

A noite festiva contou com várias personalidades do grand monde mas o que chamou a atenção dos fotógrafos de plantão foram os móveis dos anos 50 esculpidos pelo arquiteto. Olhando essas obras-primas é possível concluir o quanto as ondas do mar inspiraram Niemeyer que sabia como ninguém decifrá-las e transformá-las em refúgio de beleza e aconchego. Algo tão peculiar á cultura brasileira e por isso que Carlos Junqueira, Todd Eberle e Tony Chambers escolheram Oscar Ribeiro de Almeida de Niemeyer Soares como garoto-propaganda do Brasil!

Posted in Design | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Niemeyer na parede

Nas alturas

Tinha que ser Lady Gaga para, apesar de alguns tombos, se manter no salto com esse modelo que desafia a gravidade. Imaginado pelo jvem designer japonês de sapatos Noritaka Tatehana, esse modelo extraordinário de sapatos plataformas que assumem um vertiginoso calcanhar livre com inclinação híbrida é uma das peças em exposição até 20 de março no SHOWstudio: 19 Motcomb Street Belgravia, Londres.

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , , | Comentários desativados em Nas alturas

Wonder Woman

Não dá para comemorar essa data do “Dia Internacional da Mulher” sem mencionar Simone de Beauvoir (1908-1986), que se debruçou sobre a questão feminina e se ofereceu como objeto de auto-análise para desvendar os mistérios da nossa condição.  Em seus livros, Beauvoir se entrega de corpo e alma, sem pudor ou constrangimento e, em nenhum momento, sua consciência parece estar fora de controle. Ela dizia, que “não se nasce mulher, torna-se” e assumia todos os riscos de suas escolhas, exortando entrelinhas que o essencial é não nos deixarmos levar por tantas demandas da sociedade atual e pagarmos o preço para ser exatamente quem somos! Ser mulher requer desenvolver uma habilidade de auto-aceitação consigo mesma e esse é um dos exercícios que demanda muito mais engajamento que o imaginado, afirmava. Oxalá que nos tornemos mulheres de verdade, sobretudo, para nós mesmas e não para os outros…

 

Posted in Moda & Modos | Tagged , , | Comentários desativados em Wonder Woman

Doces do Czar

Com a chegada da primavera tudo se transforma, inclusive, os doces, que adquirem novas cores com sabores das frutas da estação. Uma dessas propostas são as delícias à base de morangos do Café Pouchkine, a mais tradicional doceria russa em Paris. Só de olhar essas esculturas de açúcar imaginadas por Emmanuel Ryon, Meilleur Ouvrier da França e do Mundo, dá vontade de provar tudo sem fazer concessão! Campeão na arte de conquistar paladares, Ryon é responsável pela criação do cardápio de sobremesas especiais do Café Pouchkine em Paris, Moscou e Nova York. Tanto aqui como alhures, essa coleção de doces merecem ser degustados sem moderação e zero de peso na consciência. Café Pouchkine na loja do Printemps – 64, Boulevard Haussmann, Paris 08.

 

Posted in Parisiando | Tagged , , , , | Comentários desativados em Doces do Czar

Para escritores

Sem dúvida, a atmosfera intelectual e cultural do bairro de Saint-Germain-des-Prés, marco da cena literária parisiense, por onde passaram Albert Camus, Simone de Beauvoir, Jean-Paul Sartre, Ernest Hemingway e Francis Scott Fitzgerald, inspirou a Louis Vuitton a criar um espaço efêmero totalmente dedicado à escrita. A butique, situada no número 6, Place Saint-Germain-des-Prés, segue os moldes de um cabinete de curiosidades do século 17. Nela, um antigo móvel do início do século 20, destinado à joalheria, acolhe um bar à tintas com uma infinidade de artigos de papelaria personalizada.

Entre os célebres cafés de Flore e Les Deux Magots, a Louis Vuitton decidiu instalar sua nova loja, uma papelaria com produtos destinados exclusivamente à arte da escrita. São 70 m² decorados como um jardim à inglesa, que acolhe todos os códigos da arte da correspondência fazendo jus ao universo dos apaixonados pela escrita. Doze tonalidades de tintas exclusivas receberam gradações sucessivas, papéis especiais, cadernos e outros produtos de papelaria podem ser comprados ou personalizados sob encomenda com a logomarca do cliente.

Os delicados tinteiros Baccarat tem fabricação assinada pela cristalaria St. Louis para acompanhar coleções de canetas, estojos, acessórios de couro e refinados estiletes desenhados pela S.T. Dupont. A marca Louis Vuitton vende esferográficas desde 1980 mas esta luxuosa gama de produtos vai enriquecer a oferta, sobretudo, com as canetas à tinta envoltas em couro de jacaré com sistema patenteado que impede vazamentos.

6, Place Saint-Germain-des-Prés, Paris

Posted in Parisiando | Tagged , , , | Comentários desativados em Para escritores