Monthly Archives: julho 2012

Gelatoiorquino

A vitrine colorida é um atrativo a parte, que se tornou o centro das atenções dos turistas no West Village, em Manhattan. Trata-se de Pop bar, uma loja bacana que vende os gelatos mais badalados da cidade que já estão sendo considerados o hit do verão novaiorquino. A ideia é bem simples, dispor ao estilo self-service todos os picolés para que o próprio cliente possa pegá-los diretamente pelo palito ou escolhê-los pelas cores e sabores! Fabricados artesanalmente na própria loja, sem uso de xaropes ou aditivos químicos, os produtos são certificados kosher, ou seja, sem glúten e conservantes e muitos dos ingredientes são importados da Itália. Seu menu mescla 24 sabores fabricados à base de frutas frescas, leite, chocolate branco e preto, revestidos com amêndoas, pedaços de brownie ou ainda desintegrados com biscoitos e pistache. O freezer retrô e suas embalagens multi-box coloridas com suas delícias “Poppings”. www.pop-bar.com

Posted in Frescurites, Viajar | Tagged , , , | Comentários desativados em Gelatoiorquino

Sobre voar

É possível ouvir o barulho do vento na galeria onde estão expostas as fotos de René & Radka. A sensação é de que o mar parece estar próximo… A dupla de fotógrafos Germano-Checa expõe suas fotografias coloridas e alegres, em Paris, nas lojas de departamento Le Bon Marché, traduzindo em imagens o verdadeiro sentido da arte da delicadeza. De grande riqueza estética e visual essa série de fotografias batizadas de “Au dessus des vents” (Acima dos ventos) transmitem a leveza e o sonho de voar com suas formas espetaculares. Peixes e polvos, ursinhos de pelúcia e outros brinquedos se transformam em objetos voadores.

Fascinados pelo vento, a dupla fotografa objetos infláveis que ​​navegam através do ar, com isso, René & Radka criaram imagens de um mundo mágico povoado por criaturas, brinquedos lúdicos em tamanhos e formatos super-dimensionados, que se aveturam no céu, acima dos ventos. Imperdível até 1º de setembro no Bon Marché Rive Gauche.

Posted in Parisiando | Tagged , , , | Comentários desativados em Sobre voar

Parisian point

Localizado no centro artístico de Paris, num loft de 130 lugares, no primeiro andar da danceteria Vip Room Theater, fica o La Gioia. Esse bar-restaurante de atmosfera refinada e decoração moderna com cadeiras vintage, desenhadas pelo arquiteto finlandês Eero Saarinen, tem nas paredes imagens de Basquiat e Keith Haring ao lado do auto-retrato de Bono. O local é freqüentado pelo pessoal do mundo artístico e da moda e durante a semana é possível encontrar personalidades como o fotógrafo David Lachapelle e Karl Lagerfeld. De tão assíduo, o estilista ganhou do chef um prato batizado de insalata King Crabe d’Alaska, Coeur de sucrine et Poivre noir et Jus de citron pressé, algo como, em tradução livre, “Rei do Caranguejo do Alasca com coração de sucrine, pimenta do reino e limonada.” Esse bar arty fica aberto a noite inteira nos finais de semana e a reserva é obrigatória.

La Gioia: 188, bis rue de Rivoli, Paris 01.

Posted in Parisiando | Tagged , , , , , | Comentários desativados em Parisian point

Vitrine cultural

Agora não é mais possível usar a desculpa de não poder fazer um tour artístico antes das compras, principalmente para quem ama olhar vitrine, porque as Galeries Lafayette tirou partido dessa bisbilhotice feminina e masculina para  dar vida ao evento “Paris e Criação” que foi batizado de “Vitrines sur l’art”.

Como nem só de consumismo vivem os grandes centros urbanos mas de arte contemporânea também, as Galeries Lafayette se colocou como mediador privilegiado entre a criação e o público em geral. E, como manda o protocolo das artes, convidou várias instituições culturais para esta edição parisiense. Centro Pompidou, Cité de l’architecture et du patrimoine, Gaité lyrique, Maison rouge, LE BAL, o Palais de Tokyo, entre outros estão representados e, para fazer jus a moda, primeira vez conta com a participação do Galliera – Museu da Moda de Paris.

Até setembro cada vitrine dessa loja gigantesca e uma das mais queridas da cidade, rende homenagem ao que Paris tem de melhor, sua moda e sua arte. Galerie Lafayette – boulevard Haussmann, Paris 9.

Posted in Parisiando | Tagged , | Comentários desativados em Vitrine cultural

Sétima arte

Apaixonado por cinema, o artista americano Ed Ruscha (1937), que nasceu em Nebraska, costuma afirmar que assim como vários cinéfilos, ele se sente um cineasta frustrado. Para atenuar essa desilusão, Ruscha se dedicou à fotografia, ao grafismo e à pintura. De suas telas surgiram declaraçõs explícitas à sétima arte  e para homenagear esse artista que tem a escrita como suporte especial, algumas de suas obras podem ser apreciadas na exposição “Ed Ruscha: Reading Ed Ruscha”, apresentadas até agosto no Kunsthaus Bregenz, na Áustria.

Suas telas gigantes retratam os símbolos da cultura de massa, onde as palavras e as frases colocadas em fundos monocromáticos ou policromáticos parecem se transformar magicamente numa pintura. Na maior parte de suas criações surge uma Los Angeles dos grandes espaços e a arte cinematográfica de Hollywood, sua verdadeira paixão.  Depois de tanto produzir obras que faziam alusão ao cinema, Ruscha pode, enfim, depois de quase cinqüenta anos dedicados à pintura, realizar seu filme. http://www.kunsthaus-bregenz.at/

Posted in Frescurites, Visitar | Tagged , , , , | Comentários desativados em Sétima arte

Vênus chinesa

A estilista Yiqing Yin nos encantou durante o desfile de sua coleção haute-couture outono-inverno 2013 e mostrou aos críticos de moda que a China é muito mais que um país populoso. Yin parece ter nascido com a benção dos astros, apesar de sua infância e adolescência caótica, entre a China, a Austrália e a França. Depois de tantos deslocamentos ela decidiu instalar seu micro estúdio em Paris.

O estilo criativo de Yiqing Yin flerta com o erótico-poético carregado de um simbólico mistério que, sob o mote de revelar e ocultar, se fazem presentes em forma de detalhes, tecidos e alinhamentos inusitados. Esse jogo de mostrar e esconder pode ser observado entre as cascatas de tules, organzas, sedas, que fazem apelo a uma certa sensibilidade feminina paradoxal.

Formada pela École Nationale des Arts Décoratifs, em Paris, premiada no concurso de moda de Hyères em 2010 e uma das vencedoras do Grande Prêmio da Criação da Cidade de Paris de 2011, Yiqing Yin domina com maestria as apuradas técnicas de drapeado e plissados, que formam ondas abstratas e conferem aos seus vestidos ares etéreos.

Sua própria beleza – ela foi manequim – tem uma sensibilidade exacerbada: magra, alta, longos cabelos, rosto acentuado pelos olhos repuxados e pele clara, que imprimem uma aparência delicada, revelam, na verdade, uma personalidade forte e complexa. www.yiqingyin.com

Posted in Moda & Modos | Tagged , , , | Comentários desativados em Vênus chinesa

Para colecionadores

A tendência atual no jet-set internacional é colocar os acessórios de celebridades e personalidades do grand monde à venda em leilões badaladérrimos e abertos ao público. Nos dias 24 e 25 de julho, a casa de leilões Artcurial organiza em Mônaco uma venda memorável de importantes e valiosas jóias e relógios de grandes marcas como Boucheron, Buccelatti, Bulgari, Cartier, Chanel, Chaumet, David Webb, Grima, Harry Winston, Pomellato, Repossi, Sterlé, Templier ou Zolotas…

Para as aficionadas por bolsas uma coleção Hermès Vintage Riviera composta de uma seleção de 55 bolsas raras no modelo Birkin estarão em exposição no Hôtel Hermitage de Monte Carlo, antes do tradicional baile da Cruz Vermelha.Maiores detalhes no site: http://www.artcurial.com

Posted in Caprichos, Frescurites | Tagged , , , , | Comentários desativados em Para colecionadores

Festa no mar

Para festejar Carlo Riva, o homem que reinventou a arte de navegar com elegância, o Yacht Club de Monte Carlo acolheu com pompas e circunstâncias o Riva Trophy 2012, que contou com a participação de toda a família do estaleiro italiano para celebrar um triplo aniversário: os 170 anos do estaleiro Riva, o 50º aniversário da Aquarama e os 90 anos de Carlo Riva. O Yacht Club de Mônaco organizou à rigor uma variedade de atividades que tornaram esses dias inesquecíveis. Até mesmo o Príncipe de Mônaco veio honrar Carlo Riva e abraçá-lo pessoalmente.

A lenda dos barcos Riva nasceu da vontade de um homem com uma energia incomum: Pietro Riva, que transformou o pequeno estaleiro da família, em Sarnico, num verdadeiro mito com sua gama de barcos esculpidos em mogno envernizado. Linhas elegantes, coque em madeira acaju e motor potente, os barcos Riva são uma das representações da seletiva família do luxo italiano que se tornaram objeto do desejo.

Uma das últimas três mil cópias em madeira avermelhada e reluzente deixou há quarenta anos os estaleiros de Sarnico. Todos os outros, mais de quatro mil exemplares, distribuídos pelo mundo, ainda estão em circulação e recebem manutenção aonde quer que estejam ancorados. A emoção do seu criador ao falar dos iates Riva, durante as festas comemorativas, confirma a importância desse produto único, desenvolvido com paixão ao longo de anos de intenso trabalho e dedicação exclusivas. “Dinheiro sempre foi secundário, a minha prioridade era conseguir realizar belas coisas”, confessa Carlo Riva.

O protótipo do bimotor Aquarama foi lançado durante o verão de 1962. Sua irresistível ascensão, como símbolo do luxo italiano em sua forma mais pura, sempre foi um dos pontos altos desse ambicioso projeto de Carlo Riva. Raramente um objeto desenvolvido pela engenharia mecânica conseguiria se associar à imagem do jet-set internacional, todavia, Aquarama conseguiu esse feito e seduziu várias estrelas de cinema além da monarquia. Depois que Ingrid Bergman, Brigitte Bardot e, mais recentemente, George Clooney, além dos membros da família real, descobriram o prazer de velejar com elegância, a imagem e a reputação do Aquarama ficaram irremediavelmente ligadas ao glamour.

 

 

Posted in Design | Tagged , , , , | Comentários desativados em Festa no mar